Conjunções entre planetas e Lua ocorrerão nos próximos dias; confira os horários

Conjunções entre planetas e Lua ocorrerão nos próximos dias; confira os horários

Por Daniele Cavalcante | Editado por Rafael Rigues | 25 de Abril de 2022 às 17h30
stellarium.org

Os planetas Vênus, Marte, Júpiter e Saturno estão em alinhamento desde o dia 18, mas no fim de abril poderemos observar algumas conjunções incríveis. Basta olhar para o céu em direção ao leste ao longo das próximas madrugadas para encontrar os astros se aproximando gradualmente, até as conjunções acontecerem.

Para observar esses eventos, não será necessário nenhum instrumento, embora um par de binóculos possa tornar alguns deles mais interessantes. Todos ocorrerão em direção ao Leste. Mas lembre-se, tudo dependerá das condições atmosféricas e do quão desobstruído é o horizonte do seu local de observação.

Com sorte, você ainda poderá ver algum meteoro das chuvas Líridas e Eta Aquáridas. Nenhuma delas terá o pico nos dias das conjunções, mas algumas de suas “estrelas cadentes” ainda podem aparecer durante essa época.

Confira abaixo as datas e horários para os melhores momentos planetários entre os dias 25 de abril a 1° de maio.

Conjunção entre a Lua, Saturno e Marte

Lua, Saturno e Marte formarão um triângulo no céu no final da madrugada do dia 26 de abril (Imagem: Reprodução/Stellarium)

Na terça-feira (26), a Lua Minguante estará relativamente perto de Marte e Saturno, formando um triângulo escaleno. Os planetas estarão, respectivamente, a 9 graus e seis graus distantes da Lua e um pouco mais que 13 graus entre si. Com essas distâncias, o ideal é observar a olho nu, pois os binóculos não terão campo de visão o suficiente.

Dessa vez, os planetas não serão ocultados pelo disco lunar, como aconteceu com Marte em 2020, por exemplo. Mas, ainda assim, é um evento especial. Para observá-lo, será necessário esperar até Marte ficar 20° acima do horizonte, o que ocorrerá às 4h00 da manhã.

Se você permanecer observando por mais algum tempo poderá acompanhar o surgimento de Vênus, seguido por Júpiter, logo abaixo de Marte.

Aproximação entre a Lua, Vênus e Júpiter

Vênus, Júpiter e a Lua em conjunção às 5h00 da manhã do dia 27 de abril (Imagem: Reprodução/Stellarium)

Na madrugada do dia 27, será a vez de Vênus e Júpiter ficarem pertinho da Lua, formando um triângulo quase equilátero. A distância entre eles será bem menor do que na conjunção do dia 25, então é possível que seja bem interessante de se observar com um par de binóculos para astronomia de pouca ampliação (7x50 ou 10x50).

A janela de observação ideal será curta: entre 5h00 e 5h40. Antes disso, os objetos estarão muito próximos do horizonte, mas pode ser que você ainda consiga encontrá-los, dependendo do local de observação. Após às 5h40, o Sol começará a brilhar e encerrará a noite.

Conjunção entre Júpiter e Vênus

Na noite de 1° de maio, Júpiter e Vênus estarão em conjunção, com apenas 0°24' (ou seja, 24 minutos de arco, sendo que 1 grau de arco equivale a 60 minutos). Para se ter uma ideia do quão perto estarão os planetas, a Lua Cheia possui 30 minutos de arco, menos que a distância desta conjunção. A Lua não aparecerá nesta ocasião.

A distância entre Vênus e Júpiter será menor que o diâmetro da Lua Cheia; com telescópios, as luas galileanas também poderão ser observadas (Imagem: Reprodução/Stellarium)

Você poderá apreciar essa conjunção a partir de 30 de abril, quando os planetas estarão a cerca de 31 segundos de arco de distância. Para observá-los, no entanto, será preciso estar acordado durante a madrugada: Vênus e Júpiter estarão mais fáceis de se observar após as 5h00 da manhã, quando estiverem a cerca de 20° acima do horizonte.

As coisas não melhoram em termos de horário no dia 1° de maio, mas você também pode optar por acordar às 6h00 para observar o evento. Neste horário, os planetas estarão acima dos 30°, o que é ideal para “fugir” das condições atmosféricas que costumam atrapalhar quando os objetos estão muito perto do horizonte.

Entretanto, quanto mais tarde, mais próximo você estará de presenciar o nascer do Sol, que ofuscará por completo o brilho dos planetas. Assim, a dica para quem gosta de observar conjunções por um período maior é começar a se preparar às 4h30, principalmente se desejar utilizar uma câmera para fotografias.

Nas próximas noites, você ainda poderá encontrar os planetas alinhados, mas afastando-se cada vez mais — exceto Júpiter e Marte, que se aproximação até uma conjunção incrível no final de maio!

Fonte: Stellarium

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.