Bola de fogo ilumina os céus do Canadá e pode ter espalhado meteoritos no solo

Bola de fogo ilumina os céus do Canadá e pode ter espalhado meteoritos no solo

Por Wyllian Torres | Editado por Rafael Rigues | 26 de Abril de 2022 às 15h00
Global Meteor Network/Miguel Preciado

Uma enorme bola de fogo cruzou os céus da província canadense de Ontário na noite do último domingo (17). E segundo cientistas da Western University o bólido (nome dado a um meteoro intensamente brilhante) pode ter deixado centenas de gramas de meteoritos em solo.

Por volta das 23h37 (horário local) do último dia 17, as câmeras da Southern Ontario Meteor Network (SOMN), uma estação de monitoramento da Western, registraram a travessia do meteoro luminoso na atmosfera. A Global Meteor Network, outra estação operada por cientistas cidadãos, também capturou o fenômeno.

O especialista em meteoros Denis Vida, da Western, disse que a bola de fogo foi particularmente significativa porque ela se movia em velocidade relativamente baixa em uma órbita parecida com a de um asteroide, ou seja, não muito alongada. "Terminou muito baixo na atmosfera. Tudo isso indica que o material sobreviveu", acrescentou.

Os astrônomos descobriram que a bola de fogo surgiu quando estava a uma altitude de 90 km, cruzando o céu em direção ao norte e queimando até uma altitude de 23 km. A equipe acredita que o que sobrou da rocha espacial caiu na margem leste do Lago Simcoe, ao sul de Ontário.

Trajetória da bola de fogo e possível local de queda do que teria sobrado dela (Imagem: Reprodução/Google Earth/Western University)

Tanto a universidade quanto o Royal Ontario Museum estão pedindo aos moradores dessas áreas que entrem em contato com elas para relatar qualquer “rocha estranha”. Meteoritos costumam ser escuros e bem densos.

Essas rochas espaciais não oferecem nenhum risco à saúde humana, mas para a astronomia eles são extremamente valiosos. “Estudá-los nos ajuda a entender a formação e evolução do Sistema Solar”, ponderou Vida.

Fonte: UWO, Via Live Science

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.