Astronautas na ISS assistirão a Star Wars: A Ascensão Skywalker no fim de semana

Por Claudio Yuge | 17 de Janeiro de 2020 às 21h00
NASA
Tudo sobre

NASA

Saiba tudo sobre NASA

Ver mais

Star Wars: A Ascensão Skywalker estreou em meados de dezembro e, embora não tenha feito aquele sucesso tremendo com todos os fãs, encerrou a nova trilogia da Saga Skywalker com dignidade. Agora, um grupo especial de espectadores poderá assistir ao longa no espaço, poucas semanas após seu lançamento: a Disney enviou o filme nesta sexta-feira (17) para a tripulação da Estação Espacial Internacional (ISS), que poderá curtir um cineminha neste final de semana.

"Assistir a filmes a bordo da estação espacial é uma maneira de a equipe se unir e descontrair. Ocasionalmente, podemos compartilhar alguns dos mais recentes lançamentos de filmes para que eles possam desfrutar à vontade, e conforme o tempo livre permitir. Os filmes de ficção científica são frequentemente os mais populares entre os astronautas. Eles também podem, literalmente, apreciá-los enquanto flutuam em microgravidade, o que é legal”, comenta Bettina Inclán, administradora associada do Escritório de Comunicações da sede da NASA, em Washington.

As atrizes Kelly Marie Tran e Naomie Ackie, de Star Wars, andaram em um veículo lunar
(Imagem: Divulgação/NASA)

Segundo a agência espacial, o mais recente capítulo da franquia será exibido antes de uma caminhada espacial agendada para o dia 20 de janeiro, com a participação de Christina Koch, Jessica Meir e Andrew Morgan, três astronautas da NASA. A caminhada espacial dará continuidade a spacewalks realizados no ano passado para a manutenção de equipamentos do lado de fora da ISS.

Atrizes de Star Wars passaram por simulações na NASA

Antes do lançamento do filme, no dia 11 de dezembro, Kelly Marie Tran e Naomie Ackie, que viveram Rose Tico e Jannah em Star Wars: A Ascensão Skywalker, puderam visitar as instalações do novo Programa Artemis, da NASA, que levará novos astronautas (e a primeira mulher) à superfície da Lua a partir de 2024.

Além de experimentar a sensação de microgravidade no sistema conhecido como ARGOS (Active Response Gravity Offload System), ambas puderam provar alimentos de astronautas no Laboratório de Alimentos Espaciais, dirigir um veículo lunar, experimentar trajes espaciais e entrar em uma maquete da espaçonave Orion.

Kelly e Naomie receberam ajuda das astronautas Meghan McArthur e Jessica Watkins e terminaram o dia no Centro de Controle de Missões, onde puderam fazer chamadas para o espaço para conversar com astronautas que, naquele momento, estavam vivendo na ISS.

“Droids” da NASA serão importantes para exploração lunar

Com uma nova chegada à Lua em 2024, a NASA pretende realizar uma varredura mais detalhada de nosso satélite natural, e deve usar essa experiência para também chegar a Marte, possivelmente em meados dos anos 2030. E um dos maiores aliados da agência para realizar esses planos são os robôs, munidos com nossas tecnologias mais avançadas.

A divisão de Serviços Lunares de Carga Útil (CLPS, na sigla em inglês) enviará novos autômatos, instrumentos científicos e outros aparelhos antes do retorno à Lua. Com isso, a NASA espera observar melhor o polo sul lunar, onde os humanos pousarão nos próximos quatro anos. Além disso, o “droid” Viper, que deve ser lançado em dezembro de 2022, deve auxiliar no mapeamento de recursos hídricos da Lua.

Vale destacar que as máquinas anteriores ajudaram a descobrir gelo em regiões permanentemente sombreadas da Lua. O próximo passo é descobrir quanta água congelada existe ali e como ela pode ser extraída e usada para viagens mais distantes no Sistema Solar, incluindo Marte.

Fonte: NASA  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.