Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Trailer de Adão Negro | 5 detalhes importantes que você não viu

Por| Editado por Jones Oliveira | 09 de Setembro de 2022 às 14h30

Link copiado!

Warner Bros
Warner Bros

O mais recente trailer de Adão Negro finalmente trouxe mais detalhes da trama que o próximo filme do Universo Cinematográfico da DC (DCEU, na sigla em inglês) deve apresentar. Ainda que recheado de alguns clichês, ele introduz vários elementos da história e deixa claro como Dwayne Johnson vai se portar em meio a esse mundo de super-heróis — incluindo a verdadeira ameaça que ele deve enfrentar.

Como era de se esperar, o foco da divulgação ainda é no modo bastante peculiar do protagonista enxergar a justiça. E isso é algo que está conectado com sua origem. Tendo surgido a partir de uma tragédia e em uma época bem diferente de heróis como o Senhor Destino (Pierce Brosnan) e o Gavião Negro (Aldis Hodge), Adão Negro é alguém que destrói primeiro e não pergunta depois.

Só que, mais do que dar esse panorama geral da história, o novo trailer fala muito sobre como o longa se encaixa no DCEU como um todo, faz conexões com os outros filmes de herói da Warner e ainda mostra o tamanho do perigo que se aproxima.

Continua após a publicidade

5. A origem do Adão Negro

A gente já tinha uma bela noção de como Adão Negro ia surgir no filme a partir de seu histórico nos quadrinhos e naquilo que os trailers anteriores já mostraram, mas o novo vídeo deixa isso bem mais claro, situando também o surgimento do anti-herói no tempo presente.

Como já tinha sido antecipado, Adão Negro vai mesmo ser um escravo que viveu há 5000 anos e que ganha seus poderes a partir de uma tragédia familiar. Como é mostrado, seu filho vai ser morto por algum senhor qualquer e, em sua dor, o personagem vai ser escolhido pelo Mago Shazam para ser seu novo campeão. O problema é que, com poderes, Adão se torna descontrolável.

Há algumas falas no trailer que sintetizam isso muito bem. Quando falam que ele não voltou em busca de justiça, mas de vingança, já fica claro como o protagonista vê o mundo. Para ele, o mundo é corrompido e somente o seu modo brutal de agir é considerado justo — o que nada mais é do que uma forma de se vingar do que a humanidade fez com ele 5 mil anos no passado.

É o tipo de desenvolvimento que pode fazer com que Adão Negro seja bem mais interessante do que o velho clichê do “meus poderes não são dons, mas uma maldição” que o trailer também apresenta.

Ao mesmo tempo, vemos ainda um pouco sobre o despertar do personagem no tempo presente. Não fica claro como ele foi aprisionado e nem como ressurgiu na atualidade, mas é bem provável que isso esteja ligado aos Sete Pecados Capitais e, quem sabe, ao demônio que aparece em determinado ponto.

Continua após a publicidade

4. O papel de Amanda Waller e conexões com o DCEU

A aparição de Amanda Waller (Viola Davis) não é uma surpresa, já que os rumores apontavam que veríamos a personagem dando as caras em algum momento. Contudo, o destaque que ela tem é fundamental para ditar não só o tom, mas no modo como Adão Negro se encaixa no DCEU.

Como fica claro, a Sociedade da Justiça responde diretamente à figurona — o que significa que Waller tem mais um grupo de superseres sob o seu comando. Assim, ao mesmo tempo em que ela tem o Esquadrão Suicida à disposição para cuidar de missões secretas e clandestinas, a Sociedade deve ser o lado bonito e heroico do seu departamento, o orgulho da equipe de relações públicas.

Continua após a publicidade

Além disso, há um pequeno easter egg nessa aparição da personagem. Enquanto ela conversa com o Gavião Negro sobre o que fazer com Adão Negro, é possível ver no canto da tela as relações que Waller tem com outros grupos — e é possível ver que ela está relacionada com a Liga da Justiça.

A princípio, parece ser só uma menção que mostra os valiosos contatos que ela tem. Contudo, o que importa nessa menção é que Adão Negro parece estar disposto a conectar as peças do DCEU que a Warner sempre deixou soltas pelo caminho e tentar criar uma unidade. Assim, tanto a participação de Amanda Waller como grande mentora da coisa toda e esses vínculos (ainda que minúsculos) com a Liga da Justiça já criam uma coesão interessante na DC.

3. A Sociedade da Justiça

Continua após a publicidade

Depois de tanto tempo só mostrando a Sociedade da Justiça pelos cantos, o novo trailer de Adão Negro finalmente criou coragem de mostrar os heróis em todo seu esplendor. Quer dizer, parte deles. Esmaga-Átomo (Noah Centineo) e Ciclone (Quintessa Swindell) ainda são figurantes de luxo, mas não dá para não se empolgar com Gavião Negro e o Senhor Destino.

A dupla é quem rouba a cena no trailer, mostrando como serão importantes dentro da trama e na própria evolução do anti-herói. No caso do Senhor Destino, isso é bastante óbvio até pelo papel de líder que ele assume, sendo uma espécie de mentor que vai tentar ajudar o protagonista e encontrar um novo propósito no mundo. Ao mesmo tempo, ver seus poderes em ação está muito legal, até porque o seu visual mais colorido contrasta bastante com o tom sépia e sem vida da fotografia do filme.

Já com o Gavião Negro, ele deve ser o deuteragonista da coisa toda — aquele aliado marrento que é quase como um rival. Em outras palavras, ele vai ser o Vegeta de Adão Negro, implicando com o anti-herói e eventualmente caindo na porrada, mas depois se revelando um aliado importante.

Continua após a publicidade

Essa é uma dinâmica esperada, mas que parece funcionar bem. Já fica claro que ele possui uma arrogância que vai fazê-lo bater de frente com o Adão Negro e, não por acaso, o confronto entre eles é o que mais toma tempo do trailer. Isso sem falar que o seu visual é um dos mais legais de todo o filme.

Ainda falando da Sociedade da Justiça, é muito legal ver a equipe e toda a estrutura em volta dela. Com uma pegada bem X-Men, vai ser mostrado que a base do grupo fica em uma bela mansão cujo jardim se abre para dar lugar à sua nave. É um detalhe, mas que já antecipa como a primeira superequipe da DC tem uma estrutura bem mais solidificada do que tudo o que vimos até agora com Liga da Justiça e Esquadrão Suicida.

2. Sabbac, o vilão demoníaco

Continua após a publicidade

A grande novidade do trailer e Adão Negro não está do lado dos heróis. Na verdade, é a revelação de quem vai ser o grande vilão que o protagonista e sua equipe vão ter que encarar: Sabbac, o demoníaco “Shazam do mal”.

Ele aparece muito brevemente no trailer, primeiro surgindo das chamas e, em seguida, lutando contra o Gavião Negro. O visual está bem semelhante ao dos quadrinhos, com o aspecto satânico e o pentagrama no peito. Mas o que interessa mesmo é como isso deve impactar na trama.

Até agora, tudo o que tínhamos visto de Adão Negro era esse papo de que o anti-herói precisava ser contido e escolher entre ser a salvação ou a destruição do mundo. Tanto que o próprio trailer segue dando destaque a esse embate entre ele e a Sociedade da Justiça. A diferença é que agora fica óbvio que essa não vai ser a principal questão do roteiro.

Continua após a publicidade

Nos quadrinhos, Sabbac é uma espécie de Shazam do mal, ou seja, um humano que também ganha poderes místicos a partir da influência de certos deuses — ou, no caso, de demônios. Inclusive, seu nome é um acrônimo para “Satanás, Aym, Belial, Belzebu, Asmodeus e Crateis”.

Então, assim como Billy Batson se transforma em Shazam quando fala a palavra mágica, o vilão Timothy Karnes vira Sabbag quando faz menção aos senhores do inferno, sendo atingido por um raio negro e virando ele próprio um demônio. E isso é algo que funciona muito bem no roteiro de Adão Negro.

Levando em conta que o personagem de Dwayne Johnson também ganhou seus poderes a partir do Mago Shazam, é fácil imaginar que ele é despertado no tempo presente por alguém em busca desses poderes. Querendo essa força mística, Timothy Karnes pode ir atrás de Adão Negro, libertando-o de sua prisão. E, de alguma forma, ele consegue essa força a partir das forças malignas, virando Sabbac.

Continua após a publicidade

1. O destino não comete erros

Eis uma fala que aparece solta no trailer, mas que parece ser bastante significativa dentro do contexto em que é apresentada. Quando fala sobre o papel de Adão Negro no atual momento do mundo, o Senhor Destino fala brevemente de que “o destino não comete erros”.

O ponto é que, no mesmo instante em que a frase é dita, vemos um frame do próprio Senhor Destino despertando do que parece ser um transe ou pesadelo — e com uma cara não muito animada. Isso pode indicar que, na verdade, o despertar de Sabbac pode estar relacionado ao próprio Senhor Destino.

Continua após a publicidade

Não fica claro como isso pode acontecer, mas é uma dica bem sutil que o trailer parece ter entregado. E, levando em conta que toda a divulgação de Adão Negro está baseada em alguns clichês baratos, qualquer indício de algo além já merece nossa atenção.

Adão Negro chega aos cinemas no dia 20 de outubro.