Oprah e mais apresentadores transformam antigos programas de TV em podcasts

Por Fidel Forato | 27 de Fevereiro de 2020 às 10h42

Famosa pelo talk show que apresentou por anos, a empresária norte-americana Oprah Winfrey anunciou nesta terça-feira (25) que transformará seus antigos programas de TV em episódios de podcasts. Conhecido como The Oprah Winfrey Show: The Podcast, o "novo" programa selecionará os encontros mais marcantes ao longo de sua história como apresentadora.

Ainda nos dez primeiros episódios selecionados estarão presentes convidados (agora famosos nos EUA) como Dr. Phil, Dr. Oz e Suze Orman. Por enquanto, ainda não há uma data de lançamento, mas o podcast estará disponível em diferentes plataformas de streaming. 

Icônicos episódios do talk show da Oprah serão convertidos em episódios de podcasts (Foto: Divulgação/ Apple TV+)

O outro podcast de Oprah, SuperSoul Conversations, estreou em 2017 e segue uma ideia semelhante: transformar o áudio de seu programa de TV SuperSoul Sunday em um podcast. Mais uma vez os ouvintes não têm uma experiência genuína para o formato de áudio, afinal é apenas uma conversão dos arquivos do programa, incluindo palmas e toda a interação da plateia.

Nos Estados Unidos, o comediante já falecido Johnny Carson entrou na área dos podcasts postumamente com a conversão de seus programas de entrevistas, The Tonight Show Starring Johnny Carson, para o formato. No podcast de Carson, outro comediante, Wil Shriner, apresenta cada episódio e traz um panorama sobre o entrevistado.

Saiba mais sobre o universo dos podcasts:

No Brasil?

Alguns programas da TV brasileira já lançam, atualmente, seus programas também em podcasts. É o caso do Roda Viva, programa de entrevistas da TV Cultura que está no ar há mais de 30 anos. Além do Conversa com Bial, com o entrevistador Pedro Bial, da TV Globo, e o Que História é Essa, Porchat?, apresentado pelo humorista Fábio Porchat, no GNT. 

Esses são só alguns para citar como exemplo da expansão dos conteúdos para fora da TV e, principalmente, de programas de entrevistas, mesmo que não sejam gravações especiais para o formato. Como os talk shows são, na maioria das vezes, apenas um programa de entrevistas, o ouvinte não perde muito sem o visual. O máximo que acontece é uma foto ou vídeo que acabam passando batidos.

Mas, por enquanto, nenhuma empresa de televisão ou apresentador teve a iniciativa de converter seus programas para o formato. Quem sabe, agora, icônicos apresentadores brasileiros possam ser resgatados em uma seleção dos melhores programas para o mundo dos podcasts, como Jô Soares, Hebe Camargo e Marília Gabriela. Vale a pena ouvir de novo!

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.