Pânico | As revelações mais impactantes do assassino Ghostface

Pânico | As revelações mais impactantes do assassino Ghostface

Por Natalie Rosa | Editado por Jones Oliveira | 09 de Janeiro de 2022 às 16h00
Dolby Cinema

Chegou a hora de se preparar para mais um filme da franquia Pânico, que está de volta aos cinemas mais de 10 anos depois do última longa. A primeira vez que conhecemos o Ghostface e Sidney Prescott foi em 1996, e em 2022, em um mundo mais moderno, a cidade de Woodsboro será mais uma vez aterrorizada por assassinatos horrendos.

Ao fim de cada filme, descobrimos quem eram os assassinos mascarados, alguns óbvios e outros nem tanto, e raramente eles agiam sozinhos. Mesmo com desconfianças, cada revelação era um choque, e não há dúvidas de que Pânico 5 também será assim.

A revelação do assassino é o momento mais marcante dos filmes (Imagem: Divulgação/Dimension Films)

E para se aquecer para a próxima descoberta, é hora de relembrar e ranquear quais foram as revelações do Ghostface mais marcantes de toda a franquia. Mas atenção: a lista, claro, contém spoilers.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

4. Pânico 3 - Roman Bridger

Na quarta colocação está a revelação de que o Ghostface de Pânico 3 é ninguém menos do que Roman Bridger (Scott Foley), filho da mãe da protagonista que foi rejeitado. Por não saber lidar com a rejeição e por ver a meia-irmã tendo tudo o que ele não pode ter, ele decidiu que se vingaria por tudo o que passou.

3. Pânico 2 - Sra. Loomis e Mickey Altieri

Assim como o restante dos filmes da franquia, o segundo contava com dois assassinos. Um deles era a Sra. Loomis (Laurie Metcalf), mãe de Billy Loomis, Ghostface do primeiro filme. Ela quer se vingar de Sidney e, para isso, conta com a ajuda de Mickey Altieri (Timothy Olyphant), assassino por natureza obcecado por cinema, e paga pelos seus estudos para ter a ajuda.

2. Pânico 4 - Jill Roberts e Charlie Walker

Em Pânico 4, filme mais recente da franquia, a dupla de assassinos é feita por Jill Roberts, interpretada por Emma Roberts, e Charlie Walker, personagem de Rory Culkin. Jill é prima de Sidney e está cansada de viver em sua sombra, por isso decide se transformar no Ghostface para que ela mesma seja a próxima garota a ser a única sobrevivente da onda de assassinatos. Já Charlie tem como motivação ajudar Jill.

O final do filme representa uma das maiores traições da saga Pânico até então.

1. Pânico - Billy Loomis e Stu Macher

Em primeiro lugar não poderia deixar de ser a revelação do primeiro filme. Depois de escapar da morte e perder pessoas próximas para o Ghostface, Sidney descobre que os assassinos eram o próprio namorado Billy Loomis (Skeet Ultich) e o amigo Stu Macher (Matthew Lillard).

Ainda que tenha sido fácil deduzir que algum dos dois era o assassino mascarado, seria óbvio demais e as chances pareciam maiores de ser outra pessoa não tão próxima da protagonista. Porém, quando os dois são revelados, os momentos são de aflição do começo ao fim.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.