15 filmes para assistir neste Dia dos Namorados

15 filmes para assistir neste Dia dos Namorados

Por Beatriz Vaccari | Editado por Jones Oliveira | 11 de Junho de 2021 às 21h00
Montagem / Canaltech

A data mais romântica do ano chegou e não há celebração melhor do que assistir a um filme com a pessoa amada no conforto do sofá. Embora em alguns locais as restrições causadas pela pandemia da COVID-19 estejam mais flexíveis, o período ainda exige cuidados: com restaurantes, bares, shoppings, cinemas e locais de convívio comum fechados ou parcialmente abertos, o que resta para celebrar a data é a boa e velha sessão de cinema em casa.

Pensando nisso, o Canaltech resolveu dar uma ajudinha este ano e selecionou a dedo 15 filmes de romance que estão disponíveis para assistir nas plataformas de streaming e aproveitar o 12 de junho com alguém especial sem passar horas fuçando o catálogo. Para facilitar a sua vida, ainda colocamos o trailer e uma pequena descrição de cada produção, bem como os links para os serviços em que os filmes estão disponíveis. Dessa forma, o seu trabalho é apenas apertar o play.

15. O Amor Não Tira Férias

O Amor Não Tira Férias é indispensável para quem gosta de histórias que mostram como o amor pode surgir quando as pessoas menos esperam, além de trazer um elenco recheado de talentos. O filme se passa no Natal e traz duas personagens muito bem-sucedidas profissionalmente, mas que ainda sentem a carência e a solidão bater na época mais fria do ano nos Estados Unidos; pensando em "mudar de ares", elas resolvem trocar de casas por um curto período — mas não esperavam que um romance poderia bater à porta, literalmente.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Embora de longa duração, é satisfatório ver aqui como Nancy Meyers cria uma atmosfera invernal e aconchegante independente da época do ano em que a obra for reproduzida. O roteiro, também assinado pela cineasta, é coeso e fluido e dá margem para todos os personagens da trama terem seu espaço, fazendo com que o público crie um carinho especial por cada um.

O Amor Não Tira Férias está disponível na Netflix.

14. Cartas Para Julieta

Esse filme é do tipo que traz um impacto diferente a cada momento em que é assistido justamente por abordar o amor em diferentes idades e situações. Cartas para Julieta acompanha a história da jornalista Sophie, que ao viajar com seu noivo para Verona, na Itália, descobre uma tradição de mulheres que precisam de conselhos amorosos, escrevendo cartas para uma mulher chamada Julieta e pendurando-as na parede. Ao responder uma abandonada de anos atrás, Sophie descobre um romance que nunca teve seu final feliz, mas na vida nunca é tarde para ir atrás de seu primeiro amor.

Gary Winick traz aqui um deleite visual de diversos locais da Itália, inclusive cidadezinhas do interior, capaz de entregar a atmosfera de uma das mais românticas cidades do mundo para o espectador. Além disso, Amanda Seyfried acaba sendo um show à parte.

Cartas para Julieta está disponível na Netflix.

13. Um Lugar Chamado Notting Hill

Um dos maiores clássicos do romance noventista obviamente contaria com Julia Roberts no elenco. Notting Hill é, hoje, considerado uma referência do gênero cinematográfico para diversos escritores e cineastas românticos e não é pra pouco: o filme traz o enredo básico de Garoto Encontra Garota, mas viaja muito além em encontros secretos de um amor proibido que acabou de bater à sua porta — ou melhor, de sua loja de livros.

Em um mesclado de romance e emoção, o filme londrino ainda marcou a cidade como um dos principais pontos turísticos para os fãs de cinema e mostrou da forma mais simples como um beijo repentino pode mudar completamente a vida de duas pessoas. Ah, Um Lugar Chamado Notting Hill também é estrelado por Hugh Grant, que cá entre nós, está no auge da beleza nesse filme.

Um Lugar Chamado Notting Hill está disponível na Netflix.

12. Diário de uma Paixão

Adaptação de um dos principais romances do rei da literatura do amor, Diário de uma Paixão é um título que brilha até hoje no portfólio de Nicholas Sparks. A obra acompanha um romance de veraneio que foi vivido intensamente, mas logo interrompido pelos pais de Allie Hamilton devido à discrepância financeira e social do casal. No entanto, apesar de todos os acontecimentos nas vidas dos dois personagens, o romance e todo o amor que nutriam um pelo outro nunca acabou — mesmo com o tempo passando e a interferência de outras pessoas.

O filme trouxe diversas cenas que acabaram tornando-se eternas na história do romance cinematográfico, como o beijo do casal na chuva após anos sem se verem, as juras de amor às escondidas e a determinação de Allie e Noah para ficarem juntos independente do que acontecer. O longa é uma história que promete arrancar lágrimas do público independente do momento em que for assistido.

Diário de uma Paixão está disponível na Netflix.

11. Convidado Vitalício

É muito difícil encontrar atualmente a química entre dois protagonistas de comédia romântica como víamos nos anos 1990. No entanto, Convidado Vitalício conta com ninguém menos que o filho de uma das principais atrizes do gênero de romance do último milênio: Jack Quaid, filho de Meg Ryan. O filme é uma espécie de "amigos com benefícios" numa modalidade diferente: acompanhar um ao outro em todos os casamentos que forem convidados — já que ambos estão numa idade em que todos a sua volta estão casando e formando família, enquanto eles permanecem solteiros.

É claro que todo mundo sabe no que isso vai dar, mas ainda assim Convidado Vitalício é aquela comédia romântica gostosa de se assistir pela dinâmica da dupla em tela e pelo humor fácil que ambos promovem. Um filme leve, mas capaz de arrancar suspiros ao final.

Convidado Vitalício está disponível no TNT Go.

10. A Casa do Lago

Do mesmo time de casais que já atuaram em mais um filme juntos e têm muita química nas telas, a dica é a A Casa do Lago, remake do longa sul-coreano Siworae, que traz Keanu Reeves e Sandra Bullock nos papéis principais. A história acompanha a médica Kate Foster (Bullock), que leva uma vida solitária e acabou de se mudar de sua casa no lago para um apartamento em Chicago. Como forma de não perder suas futuras correspondências, ela deixa uma carta para o próximo inquilino, deixando seu novo endereço e explicando que as manchas na calçada em frente à casa já estavam lá quando ela se mudou. No entanto, a carta chega para o arquiteto Alex (Reeves), que ainda vive no local. A troca de correspondências persiste até que um dia eles descobrem estarem em anos diferentes.

Obviamente, essa troca tradicional de mensagens acabou gerando um romance impossível e cheio de emoção, e é claro que muito da culpa é a entrega de ambos atores em seus papéis.

A Casa do Lago está disponível no Globoplay.

9. Trilogia Before

Antes do Amanhecer é um dos filmes cujo enredo partiu do mais simples: e se um dia você encontrasse o amor da sua vida no mesmo vagão que você? Richard Linklater monta aqui uma história apaixonante que partiu de uma ideia que não precisava de muitas explicações, mas que acabou gerando um romance leve e impossível de não acompanhar. Jesse (Ethan Hawke) e Céline (Julie Delpy) se conhecem um belo dia no mesmo trem, e como só se vive uma vez, resolvem passar a madrugada juntos em Viena e aproveitar a companhia um do outro.

Esse relacionamento, que começa e termina em poucas horas a tempo do rapaz pegar o voo das 9h30, mostra que é possível se apaixonar à primeira vista e tirar a melhor das experiências em uma só madrugada — e que essa experiência é capaz de mudar a sua vida inteira.

A trilogia Before está disponível no HBO Go.

8. O Avião de Papel

Depois de conhecer a garota dos seus sonhos no trem e vê-la novamente da janela de um prédio, um rapaz que trabalha em um escritório usa uma frota de aviões de papel para chamar sua atenção. É simples assim que o curta-metragem Paperman (ou Avião de Papel) traz em sua mais pura inocência uma linda história de amor originada pela persistência e pelas batidas do coração que alguém pode render.

O filme é rápido e sem diálogos, mas que merece um play com muita atenção para aproveitar ao máximo essa história cheia de romance.

O Avião de Papel está disponível no Disney+.

7. Orgulho e Preconceito

Romances de época tendem a nos fazer suspirar e nos apaixonar pelo cenário de contos de fada e pela linguagem totalmente formal utilizada em tela. Em Orgulho e Preconceito, o diretor de elenco acertou em cheio ao escolher Keira Knightley para interpretar a sonhadora Elizabeth, uma jovem apaixonada e com uma mentalidade muito à frente de seu tempo. O acerto também vem ao elencar o ator Matthew Macfadyen para interpretar o durão Mr. Darcy, que se apaixona perdidamente pela protagonista.

Orgulho e Preconceito mostra o amor, a sensibilidade e a delicadeza nos detalhes — sem necessariamente retratar beijos e carícias em tela, consolidando-se como um dos mais românticos filmes da história do cinema até agora.

Orgulho e Preconceito está disponível na Netflix.

6. Você Nem Imagina

Você Nem Imagina é uma das boas surpresas no catálogo de títulos originais da Netflix, que consegue misturar romance adolescente numa narrativa adulta, longe do clichê já esperado para o gênero. O longa é iniciado mergulhando na filosofia por uma frase do diálogo "O Banquete", de Platão, deixando claro que a história trará uma compreensão do amor, não necessariamente o Amor Eros (que conhecemos como o amor romântico, passional, sexual), mas das várias formas em que o sentimento existe.

O filme é indicado para quem procura um desfecho fora do usual e personagens impossíveis de não se apegar e se emocionar.

Você Nem Imagina está disponível na Netflix.

5. Questão de Tempo

Questão de Tempo traz uma história de amor num formato curioso, mas interessante de se assistir: após o filho Tim (Domhnall Gleeson) completar 21 anos de idade, seu pai (Bill Nighy) decide que está na hora de revelar como os homens de sua família pertencem a uma linhagem de viajantes no tempo. Bastando apenas ir para um lugar escuro e mentalizar a época que deseja ir, Tim agora deve lidar com esse estranho poder e todas as consequências que podem ser desencadeadas.

Numa história leve, emocionante e impossível de não se apegar aos personagens, esse é um filme que vale o play independente da ocasião.

Questão de Tempo está disponível na Netflix.

4. Hoje Eu Quero Voltar Sozinho

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho chegou perto de ser indicado ao Oscar em 2015, representando não só o Brasil, mas também levando um romance homoafetivo para a cerimônia mais importante do cinema. O filme surgiu devido ao sucesso do curta-metragem antecessor Eu Não Quero Voltar Sozinho, que embora leve os mesmos personagens, não é uma prequela: a história acompanha, mais uma vez e desde o início, como Leonardo (Ghilherme Lobo), um estudante cego do ensino médio, conheceu Gabriel (Fábio Audi).

Com trilha sonora intimista, o diretor Daniel Ribeiro traz uma experiência única e apaixonante, inserindo o espectador no ponto de vista do personagem principal de uma forma que o público possa enxergar o mundo assim como ele — e se apaixonar por Gabriel na mesma intensidade.

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho está disponível na Netflix.

3. O Segredo de Brokeback Mountain

Jack Twist (Jake Gyllenhaal) e Ennis del Mar (Heath Ledger) são dois jovens vaqueiros que acabaram de ser contratados em um rancheiro de ovelhas na montanha fictícia de Brokeback, em 1963. Durante a rotina de trabalho juntos, ambos acabam desenvolvendo uma amizade sincera, que logo após uma noite de carícias sexuais se transforma em um envolvimento emocional e romântico, mas que deve ser vivido em segredo.

O Segredo de Brokeback Moutain, longa de 2005, foi um filme a frente de seu tempo que não teria sido possível de ser realizado se não fosse a entrega total de ambos atores em tela, heterossexuais na vida real, mas apaixonados por seus personagens e pela história que está ali sendo contada.

O Segredo de Brokeback Mountain está disponível na Netflix.

2. Sintonia de Amor

Da mesma diretora que tomou conta do gênero de comédia romântica dos anos 1990, Sintonia de Amor poderia muito bem resumir a carreira inspiradora no cinema que foi de Nora Ephron. O filme junta, pela segunda vez (de quatro filmes estrelados juntos ao todo), Tom Hanks e Meg Ryan como o casal principal. Ela é uma jornalista de Baltimore que está prestes a se casar, e ele é recém-viúvo que acabou de se mudar para Seattle com o filho para tentar uma nova vida. Porém, numa noite, um telefonema para uma rádio muda tudo e de repente Annie (Ryan) se vê determinada a conhecer esse homem romântico que foi apelidado de Sleepless in Seattle.

Assim como diversos filmes de Nora Ephron, Sintonia do Amor entrega cenas memoráveis que marcaram o cinema de romance para sempre com uma química de ambos atores em tela que dificilmente dá pra ser encontrada hoje em dia. Capaz de te fazer suspirar e te inspirar a viver um romance de cinema no topo do Empire State Building.

Sintonia de Amor está disponível no Clarovideo.

1. Harry e Sally - Feitos Um para o Outro

E se o seu melhor amigo fosse o grande amor da sua vida? Mais uma vez, Nora Ephron utiliza uma pergunta básica para dar o pontapé inicial numa linda história de amor cheia de altos e baixos, mas com uma moral da história: no final das contas, o romance que você tanto buscou estava bem embaixo do seu nariz — e só você não viu. Harry e Sally é dividido em fatias temporais acompanhando desde o momento em que o casal principal se conheceu e se reencontrou em diversos momentos da vida, até enfim se conectarem como melhores amigos e tentarem ignorar o fato de que se sentiam atraídos um pelo outro.

Aqui, Nora Ephron entrega uma história simples, mas inspiradora e emocionante para os apaixonados, totalmente propícia à data.

Harry e Sally - Feitos Um para o Outro está disponível no Prime Channels da MGM, no Amazon Prime Video.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.