Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Ex-executivo de O Problema dos 3 Corpos é condenado à morte na China

Por| Editado por Durval Ramos | 04 de Abril de 2024 às 17h50

Link copiado!

Netflix
Netflix

Se O Problema dos 3 Corpos, nova série de ficção científica da Netflix, já vinha dando o que falar, um crime real ocorrido nos seus bastidores chocou ainda mais os fãs do show. Xu Yao, ex-executivo da Yoozoo Games — dona dos direitos de adaptação da produção —, foi condenado à morte na China pelo envenenamento de seus colegas de trabalho e pelo assassinato do presidente da empresa, Lin Qi.

A sentença dada pelo Primeiro Tribunal Popular Intermediário de Xangai, na sexta-feira (22), ocorreu quatro anos após a tragédia, que comoveu a China e envolveu o nome da Yoozoo Games em um escândalo em toda a indústria.

Continua após a publicidade

A empresa, fundada em 2009 e conhecida por jogos como Game of Thrones: Winter Is Coming, era responsável pelos direitos de adaptação do livro escrito por Liu Cixin, incluindo tanto a série chinesa lançada no país no ano passado, quanto a versão da Netflix recém-chegada ao catálogo da plataforma.

De acordo com o The Times, esses direitos foram adquiridos por Lin em 2014, quando o primeiro livro da trilogia foi traduzido para o inglês. Xu Yao, por sua vez, foi contratado pela desenvolvedora três anos depois com o objetivo de comandar a subsidiária The Three-Body Universe, projeto focado exclusivamente nas adaptações do épico sci-fi.

Entenda o caso

De acordo com a imprensa internacional, o crime ocorreu em dezembro de 2020 quando Xu Yao envenenou a bebida de Lin Qi e outros quatro profissionais da Yoozoo.

Segundo o tribunal, Xu e o magnata se desentenderam porque eles possuíam ideias diferentes de como gerenciar os projetos de O Problema dos 3 Corpos, o que levou Lin Qi a tirá-lo do cargo de chefia, após a empresa fechar o contrato milionário de adaptação com a Netflix.

Na época, o fundador da companhia e os funcionários passaram mal e precisaram ser levados ao hospital, onde foram atendidos e o envenenamento foi constatado. Dos cinco, apenas Lin Qi faleceu e Xu Yao foi preso até sua recente condenação à morte.

Segundo relatado no processo, o crime foi considerado "premeditado" e "extremamente desprezível" e Lin Qi, que tinha apenas 39 anos, morreu na noite de Natal, dez dias após ingerir a bebida envenenada por Xu Yao.

Continua após a publicidade

O bilionário, famoso no ramo de entretenimento, foi creditado postumamente como produtor executivo da série da Netflix.