Disney Star, novo serviço de streaming com programação adulta, chega à Europa

Por Beatriz Vaccari | 24 de Fevereiro de 2021 às 08h20
Disney

Conforme anunciado no ano passado durante o Disney Investor Day, a Disney lançou nesta terça-feira (23) o seu serviço de streaming com uma programação mais adulta, o Star. A plataforma chegou a países selecionados, incluindo Cingapura, Canadá, Austrália e outros territórios da Europa.

De acordo com o DEADLINE, o Disney+ Star deve chegar na Europa Oriental, Hong Kong, Japão e Coreia do Sul ainda este ano. Atualmente, o serviço na Europa está custando € 8,99 (R$ 59,40 na conversão direta) por mês ou € 89,90 (R$ 593,90) anuais.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Junto à disponibilização do novo serviço, a The Walt Disney Company também divulgou um tutorial de como ativar o controle parental do Star, já que o catálogo será integrado ao do Disney+ a partir do momento em que o usuário fizer a assinatura. Assista abaixo.

O Star foi lançado pela empresa para globalizar o catálogo presente no Hulu, um dos mais famosos serviços de streaming da atualidade, mas que só opera nos Estados Unidos. A reformulação permite uma expansão de conteúdo para uma gama mais ampla e madura de séries e filmes após a aquisição da 21st Century Fox em 2019.

No anúncio realizado no ano passado, títulos como Logan e Deadpool aparecerão entre as opções da aba da Marvel no Disney+. Entre as séries, a biblioteca deve incluir sucessos como Grey's Anatomy, Lost, Arquivo X, 24 Horas, Black-ish, Scandal entre muitos títulos cujos estúdios variam entre a ABC Signature e Twentieth Television (ambas da Disney Television Studios), FX Productions, 20th Century Studios e Searchlight Pictures. Séries originais do Hulu também devem compor o catálogo do Star, como Love, Victor, Big Sky e Solar Opposites.

Na aba para os amantes de cinema, clássicos como Moulin Rouge, Uma Linda Mulher e O Diabo Veste Prada devem dividir as prateleiras com longas premiados dos últimos anos, como A Favorita e O Grande Hotel Budapeste.

Catálogo do Disney Star (Imagem: Reprodução / Disney)

E no Brasil?

Vale lembrar que no exterior o Star funciona como uma ampliação do catálogo no Disney+ (bem semelhante ao que acontece com o Prime Channels do Amazon Prime Video por aqui). No Brasil, o serviço será vendido de forma separada e deve chegar somente em junho, mesmo período que o HBO Max desembarcará por aqui.

Disney+ Star chega ao Brasil em junho (Imagem: Captura de tela/Canaltech)

Como se tratará de uma plataforma à parte do Disney+, não se sabe qual será o valor da mensalidade ou anuidade do streaming. Nos Estados Unidos, o assinante precisa desembolar dois dólares a mais para adquirir o combo, pagando US$ 8,99 mensais (R$ 45 na conversão direta).

Uma das diferenças do serviço na América Latina, no entanto, será a incorporação de uma programação esportiva ao vivo. Com um app próprio chamado de Disney Star+, o catálogo concentrará as já citadas atrações, além da programação esportiva dos canais ESPN.

Fonte: DEADLINE

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.