Diretor de Lanterna Verde admite: “Eu não deveria ter feito isso”

Diretor de Lanterna Verde admite: “Eu não deveria ter feito isso”

Por Laísa Trojaike | Editado por Jones Oliveira | 16 de Agosto de 2021 às 07h30
Warner Bros.

Filme de super-herói autoral é coisa recente: há não muito tempo, os primeiros filmes que adaptaram heróis da DC (e da Marvel) eram terríveis e muito disso se deve a divergências criativas entre diretores e produtores. Em uma recente entrevista ao ScreenRant, o diretor Martin Campbell comentou que não deveria ter realizado Lanterna Verde.

Assim como aconteceu mais recentemente com Liga da Justiça e Esquadrão Suicida, Lanterna Verde também foi um filme profundamente alterado pela produção. E o cineasta explicou um pouco mais sobre o que exatamente aconteceu com esse título ao falar porque não quer um novo corte para chamar de seu:

"Vamos colocar desta forma: Eu tive meu corte. A questão era que, logo no início do filme, havia toda uma sequência em que ele era um garoto de 11 anos. É sobre como seu pai morre no acidente aéreo, que foi uma sequência muito boa. mas [o chefe de produção] da época decidiu que queria a morte do pai intercalada com Hal mergulhando no avião e vendo esses flashbacks chegarem a ele. Isso foi algo que eu não gostei muito".

Imagem: Reprodução/Warner Bros.

No entanto, ao invés de mostrar os pontos que foram piorados pelos executivos, Campbell revelou que nem deveria ter aceitado o cargo. “O filme não funcionou, sério. Esse é o ponto, e sou parcialmente responsável por isso”, explicou. Na sequência, ele deixou clara qual seria sua escolha hoje. “Eu não deveria ter feito isso”, pontuou, explicando que cresceu vendo filmes de 007, mas que super-heróis não são “sua área”.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Martin Campbell foi diretor de 007: Cassino Royale e tem dois novos títulos a caminho: The Protégé, com Michael Keaton (Birdman), Maggie Q (Divergente) e Samuel L. Jackson (Pulp Fiction), já está completo e com previsão de estreia para 20 de agosto de 2021 nos EUA; e Memory, que está em fase de pós-produção e reúne um elenco com Liam Neeson (Busca Implacável), Monica Bellucci (Irreversível) e Guy Pearce (Amnésia).

Fonte: ScreenRant

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.