Como configurar o Plex para assistir filmes, séries e shows do PC no Chromecast

Por Sérgio Oliveira

Não há como negar que acompanhar suas séries e filmes favoritos é muito mais fácil hoje em dia. Tanto serviços legais, como a Netflix, quanto ilegais, como o Popcorn Time, estão aí para ajudar os aficionados por TV e pela sétima arte a curtirem o que há de mais novo na atualidade.

Contudo, nem sempre esses serviços atendem completamente as necessidades dos usuários, que acabam recorrendo ao download de arquivos para assisti-los ou no computador ou na TV via cabo HDMI - e é aí que surge um outro inconveniente, o de carregar o PC para cima e para baixo com um cabo HDMI do lado. Para acabar de vez com esse desconforto é que surgiram soluções como o Plex, um serviço que facilita a vida daqueles que querem fazer a transmissão sem fios de arquivos de um computador para a televisão.

Hoje falaremos um pouco sobre o que exatamente é o Plex e como configurá-lo para usar em conjunto com o Chromecast, uma das alternativas mais atraentes para quem não possui uma Smart TV em casa.

O que é e para que serve o Plex

O Plex é nada mais que um Media Center multiplataforma que transforma o seu dispositivo em um servidor multimídia. Isso significa que o dispositivo que tiver o Plex instalado poderá servir arquivos de áudio e vídeo para outros que estejam conectados à mesma rede wireless. Em computadores e TVs tudo é gratuito e você pode usar e abusar do Plex, mas caso queira transformar o seu tablet ou smartphone em servidor multimídia terá que pagar para isso.

Apesar dessa característica, é muito pouco provável que você baixe e armazene todas as suas séries e filmes favoritos na memória do telefone ou tablet, deixando seu PC ou notebook responsável por isso.

Além de transformar sua máquina em um servidor multimídia, o Plex também faz as vezes de catalogador e organizador de arquivos, que podem ser arranjados em várias categorias. Graças à integração com os chamados "Agentes", como o Freebase e o The Movie Database, o serviço consegue baixar informações de filmes, séries, shows e animes automaticamente, incluindo capas, sinopses, elenco e muito mais. Ou seja, se seu disco rígido é uma zona daquelas, o Plex conseguirá pôr tudo em ordem sem praticamente nenhuma intervenção sua.

Um dos grandes baratos do Plex é sua capacidade de catalogar e organizar filmes, séries e shows automaticamente, praticamente sem nenhuma intervenção do usuário

Um dos grandes baratos do Plex é sua capacidade de catalogar e organizar filmes, séries e shows automaticamente, praticamente sem nenhuma intervenção do usuário (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Como se não bastasse tudo isso, o Plex funciona perfeitamente em conjunto com o Chromecast, transmitindo sem engasgo arquivos independentemente do codec utilizado ou da resolução do vídeo. Graças à um sistema embutido de transcodificação on-the-fly, ele é capaz de espelhar a imagem perfeitamente para seu dispositivo móvel, TV ou Chromecast, ajustando o bitrate e a qualidade do vídeo de acordo com a disponibilidade de rede.

É claro que o Plex não é a única alternativa de servidor multimídia disponível por aí, mas tais características fazem dele um dos melhores do tipo. Se você se empolgou com a ideia e não aguenta mais o tira-e-bota de cabo HDMI para assistir o que você gosta na televisão, ensinamos a instalar, configurar e usar o Plex em conjunto com o Chromecast nas próximas linhas.

Baixando e instalando o Plex

Agora que você está sabendo do que o Plex é capaz, é chegada a hora de baixar e instalá-lo no seu computador. Embora ele também tenha versões para Mac, iOS e Android, nos ateremos à versão Windows para configurar um servidor multimídia.

Passo 1

Acesse o site do Plex e faça o download do Media Center para o seu sistema operacional. Caso esteja utilizando o Windows, basta utilizar o link abaixo.

Após realizar o download, dê um duplo clique no executável, aceite os termos de uso e prossiga com a instalação.

A instalação do Plex é fácil e ocorre como qualquer outro programa do Windows. Basicamente, basta clicar em

A instalação do Plex é fácil e ocorre como qualquer outro programa do Windows. Basicamente, basta clicar em "Next" até o procedimento ser finalizado (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Passo 2

O processo pode demorar um pouco e exigir a reinicialização do seu computador. Execute os procedimentos exigidos pelo instalador e, ao término de tudo, perceba que um ícone do Plex aparecerá na bandeja do Windows ao lado do relógio.

Após a instalação, o Plex adiciona um ícone na bandeja do sistema. Basta clicar nele para abrir a dashboard

Após a instalação, o Plex adiciona um ícone na bandeja do sistema. Basta clicar nele para abrir a dashboard (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Passo 3

Dê um duplo clique no ícone e perceba que seu navegador padrão abrirá exibindo a tela inicial do Plex. A essa altura do campeonato, você deverá criar uma conta no Plex antes de acessar de fato os recursos do serviço. Preencha os dados exigidos no formulário de cadastro e confirme o seu e-mail para que suas credenciais de autenticação funcionem.

Antes de começar a utilizar o Plex, é preciso criar uma conta pessoal no serviço

Antes de começar a utilizar o Plex, é preciso criar uma conta pessoal no serviço (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Pronto, agora você está pronto para começar a configurar o Plex. Se estiver assustado com o processo até aqui, acalme-se. Esse é um procedimento que só precisa ser feito uma única vez e os benefícios são enormes. Siga adiante.

Configurando o Plex

Com suas credenciais devidamente confirmadas, é hora de começar a configurar e adicionar mídias ao Plex. Fazer isso é bastante fácil.

Passo 1

Após se autenticar no Plex, você será apresentado à tela de configuração básica do servidor. Aqui, defina um nome amigável para que você o visualize na sua rede e defina se você quer transmitir sua mídia para fora da sua rede através da Internet marcando a caixa "Conectar ao Plex". Vale salientar que esse é um recurso restrito aos assinantes do Plex Premium.

A primeira tela de configuração pede para que você atribua um nome amigável ao seu servidor multimídia

A primeira tela de configuração pede para que você atribua um nome amigável ao seu servidor multimídia (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Passo 2

Feito isso, é chegada a hora de adicionar e organizar sua mídia no Plex. Na aba biblioteca, clique no botão "Adicionar Biblioteca" para buscar pelas pastas que contêm mídia e que você deseja adicionar ao servidor.

Para começar a alimentar seu servidor multimídia, clique em

Para começar a alimentar seu servidor multimídia, clique em "Adicionar biblioteca" para buscar pelos seus arquivos (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Passo 3

Na tela que aparece, você deve indicar que tipo de mídia será adicionada. Por padrão, há cinco categorias pré-definidas: Filmes, Séries de TV, Música, Fotos e Home Videos; defina isso, atribua um nome para a biblioteca e um idioma.

Defina o tipo de biblioteca que será adicionada ao seu Plex de acordo com as categorias pré-definidas que vêm no serviço

Defina o tipo de biblioteca que será adicionada ao seu Plex de acordo com as categorias pré-definidas que vêm no serviço (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Aqui vale a pena uma dica: o ideal é que você organize seus arquivos em pastas de acordo com o tipo de conteúdo deles. Por exemplo, reúna todos os seus filmes numa pasta "Filmes", todas as suas séries em uma pasta "Séries" e assim por diante. Dessa forma, fica mais fácil adicionar conteúdo ao Plex, evitando adicionar mais de uma pasta para um mesmo tipo de biblioteca.

Dito isso, clique na opção "Adicionar pastas" no menu à esquerda e indique o local onde as mídias daquela biblioteca estão. Depois, confirme clicando em "Adicionar Biblioteca".

Cada biblioteca pode englobar quantas pastas você desejar. Para isso, basta selecionar o menu

Cada biblioteca pode englobar quantas pastas você desejar. Para isso, basta selecionar o menu "Adicionar pastas" e procurar por cada uma delas (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Repita essas etapas quantas vezes forem necessárias até cobrir todos os tipos de mídia que tem armazenado no seu disco rígido. Aqui, nós dividimos as bibliotecas em seis categorias, como é possível ver na imagem abaixo:

Você pode criar quantas bibliotecas desejar. O ideal é que cada uma delas englobe um tipo de conteúdo

Você pode criar quantas bibliotecas desejar. O ideal é que cada uma delas englobe um tipo de conteúdo (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Passo 4

Ao finalizar a etapa anterior e ignorar a oferta de uma assinatura Premium, você será levado ao dashboard do Plex, onde poderá ver todo o conteúdo organizado nas bibliotecas que você definiu.

Dependendo da quantidade de mídia adicionada, pode demorar um pouco até que o serviço organize tudo, já que ele consulta os chamados Agentes para fazer o download de capas, banners, sinopse, elenco e outras informações sobre seus filmes, séries, shows e músicas.

Perceba também que, no caso de séries, o Plex é capaz de organizar automaticamente os episódios em temporadas para que você não fique perdido na hora de acompanhar tudo.

Além de baixar sinopses, informações sobre elenco e produção, capas, pôsteres e banners, o Plex também organiza as séries em temporadas

Além de baixar sinopses, informações sobre elenco e produção, capas, pôsteres e banners, o Plex também organiza as séries em temporadas (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Usando o Plex com o Chromecast

Agora que seu servidor de mídia Plex está devidamente configurado, é hora de testá-lo em conjunto com o Chromecast. E essa é uma tarefa que você pode realizar de duas maneiras: através do navegador do seu computador ou do app do Plex para Android ou iOS.

A grande vantagem de utilizar o app do serviço para dispositivos móveis é que você é capaz de navegar por todas as bibliotecas mesmo estando longe do computador, eliminando a necessidade de se levantar do sofá ou da cama na hora de trocar um filme ou episódio da série. Tudo pode ser feito ali, no dispositivo que está na palma da sua mão.

Mesmo assim, há quem prefira utilizar o navegador no computador para enviar a imagem para o Chromecast; por isso nós também falaremos deste método.

Método 1: através do navegador

Embora seja o método mais simples e indicado para quem já quer testar o Plex sem se preocupar em baixar o app para Android ou iOS, usar o navegador acaba fazendo do usuário um refém do PC. Isso porque você precisa retornar ao computador para ajustar uma legenda que não apareceu, ou escolher um novo filme ou episódio seriado.

Se você não se incomoda com isso, o primeiro passo é instalar a extensão Google Cast no seu Chrome - o Google não permite realizar transmissões para o Chromecast a partir de outro navegador, então a única forma de fazer isso com o Plex é através do browser da gigante das buscas. Depois que a extensão estiver instalada, basta dar um duplo clique no ícone do Plex na bandeja do Windows, ao lado do relógio do sistema, para que a dashboard seja aberta.

Para começar a transmitir a partir do seu desktop, primeiro clique no ícone do Plex na bandeja do sistema

Para começar a transmitir a partir do seu desktop, primeiro clique no ícone do Plex na bandeja do sistema (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Na dashboard, você já conseguirá visualizar o ícone de transmissão para o Chromecast na parte superior direita da janela, próximo ao ícone da sua conta. Clique sobre ele, selecione o seu Chromecast e perceba que o app do serviço será iniciado no dongle do Google.

Com a extensão Google Cast instalada, o ícone de transmissão para o Chromecast aparecerá na parte superior direita da tela do Plex

Com a extensão Google Cast instalada, o ícone de transmissão para o Chromecast aparecerá na parte superior direita da tela do Plex (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Agora, navegue até o filme, seriado, show ou música que deseja reproduzir na sua televisão e pressione o botão "Play" para iniciar a transmissão. Perceba também que caso haja uma opção de legenda disponível, ela aparecerá logo abaixo das informações de diretor e autor.

Com o Plex e o Chromecast sincronizados, basta buscar pelo que você quer assistir e pressionar o Play. Perceba que se houver opções de legenda e áudio, elas aparecerão logo ao centro, abaixo das informações sobre diretor e autor

Com o Plex e o Chromecast sincronizados, basta buscar pelo que você quer assistir e pressionar o Play. Perceba que se houver opções de legenda e áudio, elas aparecerão logo ao centro, abaixo das informações sobre diretor e autor (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Dependendo do tamanho e da qualidade da mídia, pode ser que o Plex demore alguns segundos até iniciar a reprodução. Vale destacar que, uma vez iniciada a reprodução do conteúdo no Chromecast, você pode fechar a aba do Plex no seu navegador, já que a transmissão ocorre entre o browser e o Chromecast e não entre a aba e o aparelho.

Método 2: através do app para Android e iOS

Por último, também é possível utilizar seu smartphone ou tablet como controle remoto para determinar o que será transmitido do Plex para o Chromecast. Tudo é feito através do app oficial do serviço, que pode ser encontrado tanto na Play Store quanto na App Store.

Após baixar e instalar a versão do app para o seu dispositivo, basta abri-lo, inserir suas credenciais de acesso do Plex e buscar pela instância do servidor conectado à sua rede caso o app não faça isso automaticamente.

Nos aplicativos para dispositivos móveis você também tem que entrar com suas credenciais para usar o Plex

Nos aplicativos para dispositivos móveis você também tem que entrar com suas credenciais para usar o Plex (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Concluída a última etapa, perceba que a dashboard é exibida no seu dispositivo móvel tal qual aparece no PC. Na parte superior direita do app, já é possível visualizar o ícone de transmissão para o Chromecast - toque sobre ele e selecione o seu aparelho.

Com o app do Plex aberto e seu dispositivo móvel conectado à mesma rede Wi-Fi do seu Chromecast, note que o ícone de transmissão aparecerá na porção direita ao topo da tela

Com o app do Plex aberto e seu dispositivo móvel conectado à mesma rede Wi-Fi do seu Chromecast, note que o ícone de transmissão aparecerá na porção direita ao topo da tela (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Feito isso, o Chromecast iniciará o app do Plex e estará pronto para receber a transmissão do servidor. Agora, cabe a você buscar pela mídia que deseja assistir, ver ou escutar usando seu dispositivo móvel. Uma boa dica é utilizar a aba "Navegar", localizada na porção inferior da tela. A partir dela, você visualiza todas as bibliotecas criadas no computador e suas respectivas mídias.

Para não ficar perdido, a melhor alternativa é navegar pelas bibliotecas do Plex a partir do menu

Para não ficar perdido, a melhor alternativa é navegar pelas bibliotecas do Plex a partir do menu "Navegar" (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira)

Após encontrar o que você deseja transmitir, basta tocar no botão "Play" e ver a mágica acontecer. Essa é o método mais prático de todos, pois além de poder pausar e resumir a reprodução sem ter que sair do sofá ou da cama, você ainda pode trocar de filme, episódio e música sem ter que ir até o computador.

Com essas dicas, você já poderá curtir todos os seus filmes e séries sem problemas e sem ter que recorrer a gambiarras ou se frustrar com uma baixa qualidade de transmissão. Inclusive, essa é uma das melhores características do Plex, que consegue realizar tudo com qualidade excelente e sem travar.

Contudo, nem tudo é perfeito, e é possível sim que você enfrente algumas dificuldades aqui e acolá. Se esse for o seu caso, nos próximos tutoriais sobre o Plex nós ensinaremos a configurá-lo de maneira avançada, bem como realizar ajustes finos para que sua experiência seja a melhor possível. Fique ligado!