Cinema via streaming? Conheça o Cining, novidade que chega ao Brasil em junho

Por Laísa Trojaike | Editado por Jones Oliveira | 10 de Junho de 2021 às 09h30
Cining

Imagine poder ir ao cinema, mas sem ter que sair de casa (e isso não é metáfora para apresentar mais um serviço de streaming comum). A Paris Filmes está a frente do lançamento do Cining no Brasil, uma plataforma que permite aos cinemas criar e gerenciar sessões virtuais. Então, sim, você literalmente poderá ir ao cinema para ver o lançamento mais recente, mas sem precisar sair do conforto do seu lar.

Segundo informações oficiais fornecidas pela Paris Filmes, o “Cining é uma solução que permite que cadeias de cinema tenham sua própria sala de exibição online”, o que é bastante interessante enquanto ainda vivemos tempos de pandemia. Fora a amostra do apocalipse, a proposta pode soar estranha para quem tem muitas salas disponíveis na cidade onde mora, mas vale lembrar que essa proposta pode beneficiar habitantes de lugares em que não há opções.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Página inicial do portal Cining (Imagem: Captura de Tela/Cining)

O Cining foi fundado por Carlos Hansen, presidente e CEO da distribuidora chilena BF Distribution, e promete “levar os principais exibidores a uma nova era de lançamentos de cinema”, como uma alternativa ao modelo de sessões presenciais com as quais estamos habituados. Além de abranger espectadores de uma plataforma online, o serviço também criará oportunidades para que mais filmes tenham “sua chance nos cinemas antes de ir para outras janelas de exibição”.

O anúncio trouxe também a revelação de que o serviço estará disponível no “mercado brasileiro a partir de 17 de junho com a proposta de oferecer lançamentos exclusivos para a abertura das salas online das principais redes de cinema”.

O Cining terá projetos que são exclusivos das sessões online, mas também pretende servir como uma alternativa para ampliar a janela de exibição de grandes títulos, preenchendo o espaço fértil e não utilizado entre a janela de exibição nos cinemas e o lançamento da obra em plataformas de streaming e/ou VOD (Vídeo sob demanda). “Com essa nova janela, o exibidor e o consumidor se favorecem com a quebra de barreiras geográficas e com o aumento do período de disponibilidade dos conteúdos”, esclareceu a Paris Filmes.

O acesso ao Cining “funciona por meio de ingressos adquiridos diretamente no site dos exibidores parceiros ou de vendas de tickets” e que gerarão um código de acesso único e intransferível. Ao comprar um ingresso, o usuário poderá assistir ao título escolhido até três vezes no período de 72 horas, por meio do aplicativo Cining (disponível para Apple TV, Fire Stick, Roku e Chromecast).

Imagem: Captura de Tela/Cining

Os valores também já foram divulgados: “Os lançamentos exclusivos são oferecidos por R$ 24,90, e os filmes que entram na sala de cinema online depois de passarem pelas telonas tem o valor especial de R$ 9,90.”

Entre os destaques exclusivos para o lançamento do Cining no Brasil estão os filmes Além das Montanhas, romance com Jamie Dornan (Cinquenta Tons de Cinza), Emily Blunt (Um Lugar Silencioso), Jon Hamm (Mad Men) e Christopher Walken (Hairspray: Em Busca da Fama); Sobreviva ou Morra Tentando, um “thriller impactante sobre um atentado em uma escola”; A Mão do Demônio, um “terror sobrenatural como o primeiro filme do gênero na plataforma”; e Astronauta – Um Sonho Extraordinário, um drama emocionante e inspirador”.

Imagem: Captura de Tela/Cining

Quais cinemas do Brasil adotaram a solução proposta pelo Cining? A lista é grande e demonstra a abrangência que poderão ter as sessões. A lista divulgada pela Paris Filmes inclui Cinemark, Kinoplex, Cineflix, Cineart, Centerplex, Cinemais, Cinemaxx Cinemas, Circuito Cinemas, Grupo Cine, Topázio Cinemas, Moviemax Cinemas, Multicine Cinemas, CineA, Cinemagic, entre outros, além dos sites Ingresso.com e Velox Tickets, especializados em ingressos para cinemas.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.