Cena deletada de Eternos revela a real natureza dos dinossauros

Cena deletada de Eternos revela a real natureza dos dinossauros

Por Durval Ramos | Editado por Jones Oliveira | 12 de Janeiro de 2022 às 21h30
Divulgação/Marvel Studios

Para celebrar a chegada de Eternos ao Disney+, o Marvel Studios divulgou uma das cenas que ficaram de fora da versão final do longa que dá mais contexto sobre a Duende (Lia McHug), além de mostrar que os dinossauros não são nada daquilo que a gente sempre imaginou.

O mais interessante do trecho, que tem pouco mais de dois minutos, é justamente o aprofundamento que ele dá à eterna criança. A cena se passa logo após a apresentação inicial de Sersi, quando ela chega para dar aula na universidade. Assim, vemos Dane Whitman (Kit Harington) interagindo com a Duende.

E é aí que descobrimos que ela não é muito favorável ao relacionamento dos dois — algo que quase não está presente na versão que chegou aos cinemas. A garota passeia pelo museu e revela que os dinossauros não são, na verdade, grandes lagartos pré-históricos, mas deviantes e até usa seu poder de ilusão para recriar um dos monstros em uma das ossadas em exibição.

Além disso, depois de reclamar que as estátuas de Thena (Angelina Jolie) nunca a retratam de maneira correta, a Duende faz uma longa explicação sobre como tudo aquilo que os humanos conquistaram ao longo de toda a História — do topo da cadeia alimentar até a criação de conceitos como nação e até dinheiro — foi algo introduzido pelos eternos.

O divertido da cena é que Whitman não acredita em nada do que é apresentado, achando que ela está apenas inventando por estar de mau humor. E enquanto ele tenta explicar que nada vai mudar na relação entre a jovem e sua tia — mais uma relação que ficou de fora do filme —, ela faz todas as revelações envolvendo o Ikaris (Richard Madden), o ex-namorado de Sersi.

Só que, por mais que seja uma cena interessante e que traz alguns conceitos que expandem a personalidade da Duende, é também fácil de entender por que ela ficou de fora da versão final. Essa rivalidade que ela tem com Whitman é algo que não se desenvolve na trama e todas as explicações que ela apresenta aqui são facilmente substituídas por outros momentos mais expositivos e que funcionam melhor. Ainda assim, é um bom extra até para dar mais tempo de tela para Harington, que foi completamente subutilizado em Eternos.

Fonte: IGN

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.