Publicidade

10 melhores séries policiais na Netflix para você desvendar os crimes

Por| Editado por Jones Oliveira | 28 de Junho de 2022 às 22h40

Link copiado!

NBC, Netflix
NBC, Netflix

Parado em nome da lei! Você é suspeito de maratonar séries policiais e tudo o que você falar pode ser usado para mais indicações.

Sim, as histórias investigativas são uma paixão mundial no mundo dos seriados que segue firme e forte também nos streamings. Da mesma forma que clássicos como Law & Order, Miami Vice e Magnum nos prendiam em frente à TV no passado, há uma infinidade de outros crimes esperando para serem desvendados na Netflix.

E a plataforma sabe muito bem o potencial desse estilo narrativo e segue apostando pesado em produções do gênero e em diferentes idiomas. Seja seguindo a velha fórmula de casos isolados a cada novo episódio ou construindo um enorme enigma a ser desvendado na temporada, não faltam opções para quem quer bancar o policial.

Continua após a publicidade

Só que, da mesma forma que achar o culpado não é fácil, encontrar as melhores séries também exige um belo esforço — afinal, com tanta oferta, é muito fácil deixar alguma pérola passar despercebida. Assim, para ajudá-lo nessa investigação, selecionamos algumas para você ficar de olho.

10. Marcella

Continua após a publicidade

A gente se acostumou a ver os heróis dessas histórias policiais como seres quase infalíveis — aquele detetive quase perfeito capaz de desvendar um crime apesar de todas as circunstâncias. E, em Marcella, temos uma construção do mistério justamente a partir da fragilidade de sua investigadora.

Marcella Backland (Anne Friel) é uma detetive especializada em capturar assassinos, mas que viu sua carreira desmoronar depois de uma série de problemas pessoais. Marcada por traumas, lapsos de memórias e uma crise no seu casamento, ela precisa voltar à ativa para capturar um serial killer que está deixando um rastro de morte e medo em Londres.

9. Line of Duty

Continua após a publicidade

O crime não está só nas ruas. Em muitos casos, ele acontece dentro da própria força policial. E embora essa seja uma realidade que não precise ser lembrada para nós, brasileiros, é o ponto de partida para a trama de Line of Duty.

A série é focada na figura do detetive Steve Arnott (Martin Compston), que é transferido para a unidade anticorrupção da polícia após se recusar a encobrir um acidente fatal. E, com isso, ele mergulha em um mundo de sujeira em que as aparências enganam e que nos lembram que nem todo herói usa farda. E é uma boa forma de ver como a corrupção é tratada em outros países.

8. Lista Negra

Continua após a publicidade

Lista Negra se apoia em uma das mais tradicionais e clássicas estruturas dentro das séries policiais: a do serial killer genial que passa a trabalhar em conjunto com o FBI. Já vimos isso em Silêncio dos Inocentes e em várias outras produções que vieram na sequência, mas é uma fórmula tão boa que segue funcionando muito bem.

Assim, Raymond “Red” Reddington (James Spader) decide usar seu conhecimento sobre o mundo do crime e o modus operandi de criminosos para ajudar a inexperiente profiler Elizabeth Keen (Megan Boone). E o grande charme do seriado é justamente a dinâmica desses personagens tão opostos e toda a tensão construída em torno da caça aos demais bandidos.

7. Manhunt: Unabomber

Continua após a publicidade

Manhunt é uma série interessante por se basear em um evento real. Entre as décadas de 1970 e 1990, um terrorista doméstico espalhou medo pelos Estados Unidos adotando a alcunha de Unabomber. Assim, deu início a uma série de ataques a bomba pelo país — até que, em 1995, a primeira grande pista sobre a sua identidade caiu na mão das autoridades.

Assim, a trama mostra os trabalhos da equipe do FBI tentando juntar as poucas peças existentes para descobrir quem é o homem por trás dos ataques e a corrida contra o tempo para impedir o criminoso antes que ele faça sua próxima e grande explosão

6. O Homem das Castanhas

Continua após a publicidade

Ao contrário das demais séries, O Homem das Castanhas já chama a atenção por ser uma história dinamarquesa, o que já traz uma cara diferente para a forma com que essa história é contada. E isso fica evidente já de início com o tom da trama.

Tudo começa quando dois jovens detetives são chamados para investigar um terrível assassinato em que a única pista deixada pelo criminoso é um boneco feito de castanhas. E como se as coisas não parecessem pior, a morte pode estar ligada com o desaparecimento da filha de uma importante política do país.

5. Criminal: Reino Unido

Continua após a publicidade

Esqueça as tramas rocambolescas, as reviravoltas e as buscas por pistas em lugares improváveis. Em Criminal: Reino Unido, o foco é o interrogatório dos suspeitos. E o simples fato de toda a ação se passar em uma única sala faz com que tudo fique muito mais tenso, principalmente quando os detetives passam a chegar cada vez mais perto da verdade.

A premissa da série é bem interessante por usar o interrogatório como ponto de partida. Assim, cada episódio vai tratar de um crime específico e traz atores bastante renomados para viverem esses suspeitos — incluindo David Tennant (Doctor Who) e Kit Harington (Game of Thrones). Dessa forma, todo o brilho da narrativa parte do trabalho de atuação de cada um deles

4. Fargo

Continua após a publicidade

Baseado no filme dos Irmãos Coen, a série Fargo mantém o mesmo tipo de humor misturado ao clima de investigação que fez do longa um sucesso. Tudo começa quando o enigmático Lorne Malvo (Billy Bob Thornton) chega a uma pequena cidade no estado do Minnesota e passa a influenciar seus moradores — principalmente Lester (Martin Freeman).

A partir disso, uma série de crimes começam a assolar a região e uma dupla de detetives passa a investigar o caso acreditando que Malvo e Lester estão ligados com tudo o que está acontecendo. O problema é que as coisas parecem não ser tão simples assim.

3. Inacreditável

Continua após a publicidade

Outra história baseada em fatos reais, Inacreditável trata de assuntos bastante delicados. Afinal, tudo parte de uma garota que é acusada de falsa denúncia de estupro e que tem sua vida arruinada por isso. Só que, anos mais tarde, novos casos muito parecidos começam a surgir e a intrigar a polícia.

Estrelado por Toni Collette (Hereditário), a minissérie tem apenas 8 episódios, mas é bem densa e pesada tanto pela sua temática e todas as implicações envolvidas quanto pelo próprio tom de urgência que é desenvolvido nessa caçada pelo estuprador.

2. The Sinner

Continua após a publicidade

Uma mulher ataca e esfaqueia um homem sem qualquer razão aparente em uma pequena vila em uma ilha remota dos Estados Unidos. E esse parece ser apenas um de uma onda de estranhos eventos que assola o local. E, como não poderia deixar de ser, a verdade parece estar relacionado ao detetive encarregado de cuidar do caso e que tem que lidar com os seus próprios demônios.

Trata-se de outra forma muito bem conhecida das séries policiais. Só que The Sinner faz isso muito bem ao brincar com o fato de o protagonista vivido por Bill Pullman (Independence Day) ter problemas de memória, o que faz com que seja difícil confiar naquilo que é mostrado.

1. Mindhunter

Um dos maiores sucessos recentes no mundo das séries policiais, Mindhunter explora justamente aquilo que há de mais intrigante no mundo criminoso: a mente de um serial killer.

Assim, acompanhamos o trabalho de um agente de elite do FBI especialista em traçar o perfil de bandidos extremamente perigosos e que precisa colocar a sua habilidade à prova para capturar um assassino — tudo isso em um período em que a própria agência duvida existir uma ciência por trás de seus métodos.