Microsoft anuncia investimento em 18 startups lideradas por mulheres

Por Beatriz Vaccari | 14 de Março de 2020 às 14h00
Camila Rinaldi / Canaltech
Tudo sobre

Microsoft

Saiba tudo sobre Microsoft

Ver mais

"Estamos lançando os futuros unicórnios do Brasil". A frase foi pronunciada por Tânia Cosentino, presidente da Microsoft no Brasil, no discurso de abertura do evento que anunciou as 18 startups lideradas por mulheres que receberam investimentos do Fundo WE | Women Entrepreneurship. O programa WE foi lançado em novembro, porém as escolhidas para o fundo de investimentos WE Ventures ainda não haviam sido divulgadas, o que aconteceu nesta quinta-feira (12), em São Paulo.

A primeira empresa escolhida foi a Pack ID, cuja CEO Caroline Dallacorte estava presente no evento. "O dinheiro é importante, mas o que realmente importa são as pessoas ao redor fazendo com que você cresça", comentou a fundadora da startup, especializada no monitoramento de temperatura e umidade em tempo real, com foco em evitar perdas utilizando inteligência de dados aplicada em toda a cadeia de distribuição de produtos perecíveis.

Além da Pack ID, mais 18 startups foram escolhidas entre 942 candidaturas para participar da WE Impact. São elas: Dinie, Afinando o Cérebro, Exemplaria Solutions, AI Robots, Raks Tecnologia Agrícola, EntregAli, DNA da Educação, Tamboro, Abler Recrutamento Digital, Uffa, Ananse, Você Tech, Wecondo, Pontue - Redação Inteligente, Soul.Med, Logpyx, Cash.in e Coopark.

Lícia Souza, CEO da WE Impact, explicou que pretende estimular o empreendedorismo feminino com essa iniciativa. "Procuramos empreendedoras dispostas a liderar empresas inovadoras que resolvem problemas reais em escala significativa. Estamos apostando no impacto que suas soluções podem gerar no mercado e na sociedade como um todo", conta.

O WE Impact atua em três pilares: investimento, comunidade e cultura. Assim, a empresa pretende construir uma nova cultura tecnológica, removendo crenças limitantes que impeçam mulheres de participar dessas novas iniciativas tech, desde a criação de uma ideia até o momento em que elas se tornem inspirações para uma nova geração de empreendedoras.

Iniciativa Women Entrepreneurship (WE): empreendedoras, investidoras e apoiadoras do programa
Iniciativa Women Entrepreneurship (WE): empreendedoras, investidoras e apoiadoras do programa

Painel com as startups selecionadas

Após toda a apresentação, representantes de cinco startups participaram de um painel para explicar suas ideias para o público presente. Junto com Renata Malheiros, coordenadora nacional da SEBRAE, Marcella Ceva, executiva-chefe do WE Ventures e Lícia Souza (WE Impact), reuniram-se as empreendedoras Suzy Ferreira (Dinie), Ingrid Gielow (Afinando o Cérebro), Luma Boaventura (AI Robots), Caroline Dallacorte (Pack ID) e Carla Sampaio (Exemplaria) em um rápido bate-papo.

"A hora [de empreender] chega e às vezes pode chegar de um momento negativo ou positivo. Quando você acredita em si mesmo, as pessoas vão passar a acreditar", disse Suzy Ferreira. A empreendedora dividiu situações ruins de sua vida e comentou sobre a falta de apoio de amigos e familiares antes de lançar seu próprio negócio. A história de sua startup, Dinie, teve início quando Ferreira tinha apenas nove anos de idade e viu a família vir a falência. A fintech fornece linha de crédito rotativa e reutilizável para pequenos negócios.

Gerenciada por um grupo de fonoaudiólogos, a Afinando o Cérebro é uma healthtech que desenvolve jogos terapêuticos para o desenvolvimento auditivo. "Eu nasci para cuidar de pessoas e eu nunca podia imaginar que ser empreendedora significa transformar vidas além daquelas que estão próximas da gente", comenta Ingrid Gielow, CEO da plataforma digital.

Nascida dentro da Unicamp, a Exemplaria é uma RHTech que criou um algoritmo capaz de monitorar o engajamento das pessoas e das equipes prevendo a eventual saída de colaboradores ou diminuição de produtividade utilizando nada menos que inteligência artificial e ciência de dados. Carla Sampaio é CEO da startup e compartilhou que "a missão é melhorar a vida das pessoas no ambiente de trabalho" e, dentro do programa, a expectativa é de se tornar "um grande unicórnio no futuro".

Luma Boaventura é CEO da AI Robots, empresa que atua com uma plataforma de inteligência artificial para robôs e equipamentos industriais, utilizando aprendizado de máquina para manutenção preditiva. Durante sua apresentação, ela citou a tragédia em Brumadinho como um exemplo de problema que sua startup pretende prevenir: "a gente quer que o mineiro e o Brasil inteiro tenham essa mentalidade de predizer as situações e não tratar só como o problema acontece de fato."

Apoio

A iniciativa WE faz parte de uma série de ações concebidas pela Microsoft para estimular o desenvolvimento e a democratização do uso da Inteligência Artificial no Brasil. Inicialmente, foi idealizado pela empresa em parceria com o Sebrae, Bertha Capital e Belvedere Investimentos, e agora conta com mais três empresas para fazer parte do grupo de apoiadores e investidores: Flex, Pacto Energia e Grupo Sabin.

Durante o evento na quinta-feira, a WE Impact anunciou uma parceria com a ONU Mulheres. A organização assinou os Princípios de Empoderamento das Mulheres, que fornece orientações sobre como capacitar as funcionárias no trabalho e no mercado. A partir dessa parceria, serão lançados conteúdos exclusivos oferecidos para todas as startups apoiadas pela WE e materiais práticos para engajar todas as startups do país no segundo semestre deste ano.

Como participar?

Mesmo com 18 candidatas já selecionadas, mais sartups lideradas por mulheres poderão se inscrever para receber incentivo da WE Impact. A iniciativa anunciou que abrirá vagas para um segundo processo seletivo em 30 dias, por meio do site oficial. Boa sorte!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.