Publicidade

Como referenciar e citar vídeo do YouTube nas normas ABNT

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 28 de Julho de 2023 às 15h10

Link copiado!

Reprodução: YouTube/Freebie Supply
Reprodução: YouTube/Freebie Supply
Tudo sobre YouTube

Se você realiza um trabalho acadêmico (TCC, dissertação, tese ou monografia), é importante saber como referenciar e citar um vídeo do YouTube nas normas da ABNT — da mesma forma que é feita em artigos, livros e revistas, entre outros materiais que compõem a pesquisa.

Como citar vídeos do YouTube nas normas da ABNT

Não muito diferente da formatação usada em outros itens do trabalho, os vídeos do YouTube devem ser mencionados da mesma forma como são ditos. Por ser algo subjetivo, é possível estabelecer seu próprio critério para retirar o trecho e reproduzir o que foi mencionado nele — seja por parte de um narrador, apresentador, entrevistado ou qualquer outra pessoa. É importante também adicionar aspas nessa linha.

Continua após a publicidade

Além disso, você precisa adicionar sobrenome e ano de publicação após as aspas. Confira o modelo de uma citação:

  • “Reprodução do trecho do vídeo do YouTube” (SOBRENOME do autor, ano de publicação ou Nome do canal, ano de publicação)

Como exemplo, retiramos uma fala do vídeo “O roteador que você usa provavelmente é o problema da sua internet ruim”, do Canaltech, para ilustrar com mais clareza. Veja como fica uma citação na prática:

  • “Considere, sim, que o problema pode ser o roteador da operadora por mais que ela diga que não” (CANALTECH, 2023)
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Como referenciar vídeos do YouTube nas normas da ABNT

Agora que você citou um vídeo do YouTube no trabalho, é preciso referenciá-lo na seção “Referências bibliográficas”, que fica nas páginas finais da pesquisa. Para isso, é preciso incluir informações adicionais para que o material se adeque às normas da ABNT.

Veja como ficaria a estrutura da sua referência:

  • SOBRENOME, Nome do autor do vídeo (ou nome do canal). Título do vídeo. YouTube, data da publicação. Disponível em: link do vídeo. Acesso em: data que o vídeo foi acessado.
Continua após a publicidade

Agora, vamos usar o mesmo vídeo do Canaltech para montar a estrutura da referência, que ficaria assim:

  • CANALTECH. O ROTEADOR que você usa provavelmente é o problema da sua INTERNET RUIM. YouTube, 27 de julho de 2023. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=xJaCHrMX9ys. Acesso em: 28 de julho de 2023

Como formatar a referência e citação de vídeo

Para adequar a referência e a citação do vídeo do YouTube nas normas da ABNT, é necessário levar em conta algumas regras de formatação. Veja como realizar o processo no Word e no Docs:

Continua após a publicidade

No Word

  1. Na página desejada, digite a citação do vídeo do YouTube;
  2. Selecione o trecho completo;
  3. Escolha fonte “Times New Roman” ou “Arial” tamanho 12 na cor preta;
  4. Se a citação tiver mais de três linhas, notas de rodapé, legendas ou tabelas, o tamanho da fonte deve ser 10;
  5. Se houver trechos em outros idiomas, com excessão de latim, deixe-os em itálico;
  6. Com o trecho selecionado, clique em “Layout”;
  7. Em “Recuo”, insira 2 cm à direita e para baixo;



  8. Selecione 3 cm à esquerda e para cima;
  9. Selecione o trecho novamente e clique em “Justificado”;
  10. Clique em “Espaçamento entre linhas” e selecione 1,5.

No Docs

  1. Na página desejada, digite a citação do vídeo do YouTube;
  2. Selecione o trecho completo;
  3. Escolha fonte “Times New Roman” ou “Arial” tamanho 12 na cor preta;
  4. Se a citação tiver mais de três linhas, notas de rodapé, legendas ou tabelas, o tamanho da fonte deve ser 10;
  5. Se houver trechos em outros idiomas, com excessão de latim, deixe-os em itálico;
  6. Selecione o trecho, clique em: “Formatar” > “Alinhar e recuar” > “Opções de recuo”;
  7. Insira 3 cm em “Esquerda” e 2 cm em “Direita”;



  8. Selecione o trecho novamente e clique em “Justificado”;
  9. Clique em “Espaçamento entre linhas e parágrafos”;
  10. Selecione 1,5.

Continua após a publicidade

Pronto, agora que você aprendeu a referências e citar vídeos do YouTube nas normas da ABNT, é hora de saber como fazer o mesmo procedimento nas referências de sites, no sumário e na capa.