E3 2021 | Os melhores jogos do evento na opinião do Canaltech

Por Felipe Demartini | Editado por Jones Oliveira | 15 de Junho de 2021 às 18h40
Divulgação

A E3 2021 chegou ao fim nesta terça-feira (15). Em um formato digital e após um ano de ausência devido à pandemia do novo coronavírus, a maior feira do entretenimento eletrônico no mundo tentou se reinventar e se adaptar antes de um retorno ao formato presencial, marcado para o ano que vem. É uma iniciativa que deu certo em partes, mas em outras não, com ausências bastante notáveis e conferências que ficaram aquém do esperado para muitos jogadores e espectadores.

Isso não quer dizer, claro, que ficamos sem anúncios de peso ou novidades interessantes para os próximos meses e anos. Em um evento que contou com pelo menos duas centenas de títulos apresentados ao longo de quatro dias, as propostas estão por todo lugar e atendendo diferentes tipos de públicos, seja em opções exclusivas para determinadas plataformas e ecossistemas ou naquelas que estarão disponíveis em breve para todos os sistemas. Não faltam gêneros, estilos, gráficos com diferentes pegadas — só o tempo disponível para jogar tudo isso, talvez, seja um problema.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Todo mundo tem sua lista de preferidos e nós não somos exceção. Por isso, confira agora um apanhado geral dos games preferidos da E3 2021 na opinião dos diferentes integrantes do Canaltech. Não deixe de usar a área de comentários para registrar os seus favoritos!

Forza Horizon 5 (Jones Oliveira)

Numa E3 recheada de anúncios vazios, com poucos títulos de peso dando as caras, ser apresentado à nova iteração de Forza Horizon foi um dos pouquíssimos momentos que me fez lembrar do que o evento verdadeiramente se trata. E falo isso não porque sou fã da franquia, mas porque este foi um dos únicos que nos apresentou ao que esta nova geração de consoles será capaz de fazer.

A Playground Games e o Turn 10 Studios sempre presaram pelo primor técnico, mesmo na série spin-off de corridas mais arcade, e desta vez não deverá ser diferente. Ver no vídeo de apresentação as centenas de peças que compõem um carro se moverem e vibrarem como em uma sinfonia sob um céu capturado em 12K e com suporte a ray tracing é apenas o começo. A escolha do México me fez lembrar a Austrália de Forza Horizon 3 pelos desertos próximos à fronteira com os EUA, mas aqui haverá o aditivo de ecossistemas mais diversificados, incluindo aí montanhas e selvas, sem contar com as cores mais vivas, quentes e com mais contraste das cidades do país.

Será suficiente para vermos todo o potencial do Xbox Series X? Nem de longe. Mas é uma largada belíssima e promissora que nenhum outro jogo ousou até o momento. O jogo chega em 9 de novembro para PC, Xbox One e Xbox Series X|S.

Metal Slug Tactics (Claudio Yuge)

Final Fantasy Tactics, lançado no final dos anos 1990, foi um divisor de águas entre os títulos chamados de “RPG tático”, aqueles que aproveitam habilidades específicas de cada personagem em uma espécie de “tabuleiro xadrez” em pleno campo de ação por turnos. Desde então, sempre jogo esse tipo de game, que é uma ótima opção para quem quer uma jogatina mais casual e pausada sem deixar de lado a estratégia e os quebra-cabeças.

Metal Slug Tactics me chamou a atenção porque parece apostar bastante em fórmulas simples em ambientação nostálgica, com direito aos carismáticos personagens da clássica franquia shoot’em-up da SNK. Na prévia deu para ver que a diversão continua sendo o foco dos desenvolvedores. Quem sabe não chegou a hora de alguém conseguir fazer frente ao sucesso de Final Fantasy Tactics, não?

O game tem lançamento previsto para este ano no PC.

Shin Megami Tensei V (Durval Ramos)

Embora eu seja sempre inclinado a dizer Zelda sempre que um novo jogo aparece, já estou calejado de tantos adiamentos e não me impactei tanto com a sequência de Breath of the Wild. Isso fez com que todo o meu hype nesta E3 fosse voltado para Shin Megami Tensei V, que já estava no meu radar e ganhou um trailer que me fez querer ainda mais jogá-lo.

Em uma feira marcada por tanto jogo de tiro e coisas explodindo de todos os cantos, um típico RPG japonês era justamente o que eu precisava. O sistema de combate não trouxe nenhuma grande revolução para a série, mas a ambientação e o visual do game no Switch me ganharam, além de toda a temática que sempre permeia a franquia. É compra garantida aqui.

Shin Megami Tensei V chega em 11 de novembro exclusivamente ao Nintendo Switch.

Party Animals (Wagner Wakka)

Com certeza a minha escolha é Party Animals, jogo que apareceu na conferência da Microsoft. Como um amante dos jogos estilo Fall Guys, a possibilidade de ver um monte de mascote fofinho cair na porrada do jeito mais desengonçado possível realmente me animou. Só tem um defeito: não sai hoje, mas tem lançamento marcado para 2022 no PC, Xbox One e Xbox Series X|S.

Forza Horizon 5 (Felipe Ribeiro)

Forza Horizon 5 foi um dos últimos anúncios da conferência de Xbox e Bethesda e um favorito unânime entre a equipe do Canaltech (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Depois da apresentação de domingo, ficou muito difícil não escolher Forza Horizon 5 como o melhor game desta E3. Apesar de ser um gênero mais nichado, os gráficos, ambientação e amostras de gameplay foram convincentes e mostraram porque a Playground é um dos principais estúdios do Xbox Game Studios atualmente.

O game será lançado em 9 de novembro para Xbox Series X|S, Xbox One e PC.

Immortality (Felipe Demartini)

Era um fim de um dia puxado de cobertura da E3 2021 quando o novo game de Sam Barlow, Immortality, foi anunciado. E em uma feira na qual muito se falou sobre o vazio de se divulgar um trailer apenas com imagens conceituais e títulos, chega a ser irônico que um destes tenha sido, justamente, o meu preferido. Mas quando se trata de um de meus designers preferidos atualmente, eu jogaria até um game de truco desenvolvido por ele, que também é o responsável pelos ótimos Her Story e Telling Lies.

A história de Marissa Marcel, uma atriz que desapareceu após fazer três filmes nunca lançados, já é o tipo de elemento intrigante que faz parte do estilo usual de Barlow. Junte isso à parceria dele com Allan Scott (O Gambito da Rainha), Barry Gifford (Coração Selvagem) e Amelia Gray (Mr. Robot) e temos um hype gigantesco e um game narrativo que promete ser dos melhores.

Immortality tem lançamento marcado para 2022.

Battlefield 2042 (Igor Almenara)

Battlefield 2042 tem tudo para dar certo: a dimensão dos combates, customização de arma em tempo real, visual lindíssimo e uma perspectiva privilegiada sobre o sucesso do principal concorrente, Call of Duty: Warzone. Torço que o hiato tenha dado tempo para polir ao máximo o game, porém o preço da versão de PC e consoles foi um duro golpe no bolso.

Como um bom fã do Battle Royale da Activision, espero que a EA coloque ela para correr atrás do prejuízo e, quem sabe, acabe conquistando minha atenção para jogar no lançamento, em 22 outubro deste ano. Battlefield 2042 será lançado para PC, Xbox One, Xbox Series X|S, PlayStation 4 e PS5.

Life is Strange: True Colors (Guilherme Sommadossi)

O trailer do terceiro jogo da série Life is Strange mostrou um pouco mais sobre o poder da protagonista Alex. Depois de brincar de voltar no tempo com Max e bagunçar as coisas com Daniel, lidar com os sentimentos das pessoas de forma literal pode trazer uma ótima experiência narrativa e, com certeza, tirar mais lágrimas de nós, humildes jogadores.

Life is Strange: True Colors chega em 10 de setembro ao PC, PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch.

Forza Horizon 5 (Renan da Silva Dores)

Uma das surpresas da conferência da Microsoft, Forza Horizon 5 é o próximo título da elogiada franquia de corrida do Xbox que mescla elementos de simulação com jogabilidade mais arcade. Marcado para ser lançado em novembro deste ano, o novo Horizon se passa agora no México impressionando pelos gráficos.

O game promete ainda contar com o maior mundo aberto da série, e deve tirar proveito do maior poder dos consoles da nova geração através de técnicas como Ray Tracing e a fotogrametria, mesma utilizada em Microsoft Flight Simulator para obter paisagens ricas em detalhes.

O jogo chega em 9 de novembro ao PC e consoles Xbox, ficando disponível no lançamento, também, no Game Pass.

Elden Ring (Matheus Bigogno)

Embora diversos títulos da E3 deste ano chamem muito a atenção devido à sua beleza gráfica e riqueza de detalhes, um dos grandes destaques, para mim, acabou sendo Elden Ring. O Souls Like da FromSoftware que tem, nada mais, nada menos, que os dedos de Hidetaka Miyazaki e George R. R. Martin trará uma narrativa épica — de certa forma “Tolkiana” — sem deixar de ter o toque clássico da estética e da mecânica que fez desse gênero tão característico e tão amado pelos jogadores.

Elden Ring chega em 21 de janeiro ao PC, PS4, PlayStation 5, Xbox One e Xbox Series X|S.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.