Empresa japonesa desenvolve drone compacto para competir com a DJI

Empresa japonesa desenvolve drone compacto para competir com a DJI

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 15 de Dezembro de 2021 às 08h50
Divulgação/ACSL

A ACSL, empresa japonesa com foco no desenvolvimento de drones e dispositivos similares, apresentou recentemente o SOTEN, novo modelo compacto que tem grande foco em segurança de dados, especialmente dentro do mercado local.

Com isso, a marca faz um esforço voltado para a nacionalização das tecnologias desse tipo, com um produto capaz de evitar vazamentos e extração de informações sigilosas, por meio da criptografia de dados fotográficos e informações sobre rotas de voo. Além disso, ele apresenta recursos que evitam a captura do dispositivo, o que permitirá um uso completamente seguro em diversas aplicações.

Este lançamento ocorre em um contexto que apresenta movimentações de países como os Estados Unidos para restringir o uso de equipamentos da companhia chinesa DJI, com alegações relacionadas à falta de segurança e privacidade dos dados. Atualmente, a marca tem mais de 80% da venda de drones no mercado mundial, e recentemente apresentou novos modelos da linha Mavic 3.

Drone SOTEN tem foco em segurança de dados (Imagem: Divulgação/ACSL)

O drone japonês SOTEN é resultado de um projeto nacional, e passou por diversas certificações em conformidade com o ISO 15408, que implementa uma série de critérios de avaliação relacionados com a proteção das informações. Com isso, ele poderá ser utilizado pelo governo local, que em 2020 anunciou a intenção de "limitar compras de drones a produtos com segurança garantida", e de "prontamente substituir os dispositivos já existentes".

Drone SOTEN promete versatilidade

Com um sistema que permite a troca das câmeras com apenas um toque, é possível trocar as lentes de forma modular, e encaixar componentes para captura em infravermelho, ultrawide, ou até mesmo uma lente com zoom óptico que ainda está em desenvolvimento. Segundo a ACSL, o produto possui uma velocidade máxima de 15 metros por segundo (ou seja, 54 quilômetros por hora), com a possibilidade de captura de vídeos em 4K ou fotos em 20 MP.

Produto grava em 4K e tem autonomia de aproximadamente 22 minutos (Imagem: Divulgação/ACSL)

O SOTEN ainda tem uma autonomia de bateria para cerca de 22 minutos em condições normais, com vento a 8 metros por segundo. Além disso, ele possui partes dobráveis que diminuem as dimensões gerais do produto de 637 x 560 mm para 162 x 363 mm — portanto, o drone pode ser levado para regiões mais remotas, com possibilidade de uso em monitoramento de desastres naturais ou outros locais de difícil acesso, a uma distância máxima de até 4 quilômetros em relação a quem está no controle.

Com um sistema de localização baseado em recepção de sinais de satélites utilizados no Japão, a marca promete alta precisão de posicionamento durante decolagens, voos e aterrissagens. O SOTEN ainda tem suporte para conectividade LTE e Bluetooth, e um modo de navegação offline permite que mapas sejam mostrados no controle em praticamente qualquer situação.

A marca não deu mais detalhes sobre preço e disponibilidade, mas é bastante provável que ele permaneça limitado ao mercado japonês.

Fonte: ACSL

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.