DJI recebe certificação para novo drone Mavic 3, câmera de ação Action 2 e mais

DJI recebe certificação para novo drone Mavic 3, câmera de ação Action 2 e mais

Por Vinícius Moschen | Editado por Wallace Moté | 19 de Outubro de 2021 às 16h10
The Tiffen Company

A DJI, marca chinesa de drones e outros dispositivos eletrônicos, teve mais três produtos certificados pela FCC (Comissão Federal de Comunicações em tradução livre), um órgão regulamentador dos Estados Unidos. Isso indica o lançamento iminente do drone Mavic 3, da câmera de ação Action 2 e do controle remoto RC Pro. Os produtos já tiveram informações anteriores reveladas, e as novas certificações confirmam dados de bateria e outros detalhes de construção.

DJI Mavic 3

Bateria do novo drone da DVI terá 5.000 mAh (Imagem: DroneDJ.com)

A listagem do FCC mostra duas versões diferentes na nova geração de um dos drones mais populares da marca. Enquanto o código L2A representa o DJI Mavic 3, o L2P faz referência ao DJI Mavic 3 Cine Version, que traz alguns recursos extras. A bateria será um dos grandes destaques do novo produto, com até 5.000 mAh de capacidade — um grande salto em relação aos 3.850 mAh do Mavic 2. A certificação também faz referência a um tanque de bateria de 15,4 V e 77 Wh, em um pacote que deverá garantir até 46 minutos de voo, ou seja, 15 minutos a mais do que a geração anterior.

Os documentos do FCC também confirmam as diferenças entre as duas versões que serão disponibilizadas: o DJI Mavic 3 Cine Version virá com um SSD embutido, além de um cabo de alta taxa de transferência de dados, a até 1 Gbps — a versão comum virá com leitor de cartão Micro SD tradicional. A DJI também deverá oferecer adicionalmente o pacote Fly More, com baterias extras e peças sobressalentes.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Novo drone deverá ter duas câmeras e capacidade para até 46 minutos de voo (Imagem: Jasper Ellens)

Outras especificações rumoradas anteriormente em relação aos novos drones incluem câmera principal em parceria com a Hasselblad, com 20 MP, sensor 4/3 CMOS, abertura entre f/2.8 e f/11, campo de visão de 84º e distância focal de 35 mm. Uma câmera secundária deverá atuar como telefoto, com 12 MP, sensor de 1/2 CMMOS, abertura f/4.4, zoom óptico de até 7x e híbrido de até 28x.

DJI Action 2

Informações de bateria do DJI (Imagem: DroneDj.com)

A nova câmera de ação da DJI chegará para continuar a concorrência às GoPro, prometendo mais recursos e alta qualidade de imagem. Além disso, ela deverá ter um design modular para conexão de combos de bateria ou tela, além de suporte para um controle remoto sem fio que terá bateria de 65 mAh. 

A câmera deverá vir com um sensor CMOS de 1/1.7 polegada e abertura f/2.8, com ângulo de visão de até 155º. Ela terá suporte para gravação de vídeos em 4K 120fps com proporção 16:9, ou 4K 60 fps no aspecto 4:3. Para fotos, a DJI Action 2 será capaz de capturar imagens em até 12 MP (4.000 x 3.000 pixels).

RC Pro

Controle remoto terá bateria de 5.000 mAh (Imagem: DroneDj.com)

O novo controle remoto deverá funcionar com os dois modelos de drones que serão lançados pela DJI, ou qualquer outro dispositivo que tenha compatibilidade com o OcuSync 3.0, o sistema proprietário de transmissão de vídeo em tempo real. Com ele, a experiência deverá ser otimizada em ambientes externos, onde a comunicação poderá acontecer a uma distância de até 15 quilômetros, com suporte para visualização de imagens geradas pelos drones em uma tela HD. A bateria do controle terá 5.000 mAh, e apenas a versão Cine do Mavic 3 virá com o acessório incluso na caixa. 

Preços e disponibilidade

Datas dos próximos eventos já foram confirmadas pela DJI (Imagem: Divulgação/DJI)

De acordo com um teaser já publicado pela própria DJI, os drones da linha Mavic 3 e o controle RC Pro estarão disponíveis a partir do dia 5 de novembro, enquanto a câmera Action 2 será lançada oficialmente no dia 27 de outubro. Ainda não foram confirmadas informações oficiais sobre quais mercados deverão receber os novos produtos, mas é provável que eles apareçam primeiro na Europa e Estados Unidos. Os preços sugeridos de cada dispositivo também não foram publicados.

Fonte: Gizmochina

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.