Após acidente, Alemanha restringe uso de limpador de para-brisa do Tesla Model 3

Por Ramon de Souza | 04 de Agosto de 2020 às 22h00
Tudo sobre

Tesla

Saiba tudo sobre Tesla

Ver mais

Aqui vai uma pequena curiosidade caso você nunca tenha tido a chance de dirigir um carro elétrico da Tesla: não existe uma alavanca convencional para ativar os limpadores do para-brisa nos modelos Model 3 e Model Y. Tais automóveis ativam as palhetas automaticamente ao detectarem precipitações, e o ajuste de velocidade deve ser feito exclusivamente por meio de uma gigantesca tela sensível ao toque.

Acontece que, na Alemanha, um motorista perdeu o controle de seu Model 3 enquanto realizava tal ajuste, batendo seu possante na via. As autoridades locais, além de multá-lo e suspender sua licença durante um mês, decidiram impor severas restrições ao nível federal quanto ao uso de tal componente — que, vale destacar, é crucial para garantir o mínimo de visibilidade por parte do motorista em dias de chuva.

De acordo com um juiz da corte regional responsável pelo caso, “a configuração das funções necessárias para operar o veículo motorizado via touchscreen (aqui: configurar o intervalo do limpador) é permitida apenas se for realizada em condições curtas, de rua, de tráfego, de visibilidade e de climática apropriadas à visualização da tela simultaneamente à visualização do trânsito”.

As autoridades ressaltam ainda que tal orientação é válida “independentemente do propósito do motorista”. Em palavras menos complexas: na Alemanha, você só poderá ajustar a velocidade dos limpadores de seu Tesla Model 3 ou Model Y caso as condições de visibilidade estejam boas e o trânsito esteja fluído. Caso contrário, poderá ser penalizado com multas e cassação de sua habilitação.

Reprodução/Clean Technica

Tal decisão parece um tanto drástica, especialmente se levarmos em conta a quantidade de acidentes que ocorrem ao redor do mundo por conta de operações em centrais multimídia “convencionais” — e estas continuam sem qualquer restrição de uso. Até o momento, a Tesla não se pronunciou a respeito do assunto.

Fonte: Electrek

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.