Libra | Criptomoeda do Facebook é investigada pela Comissão Europeia

Por Daniele Cavalcante | 21 de Agosto de 2019 às 10h25
Divulgação
Tudo sobre

Facebook

Saiba tudo sobre Facebook

Ver mais

A Libra, criptomoeda do Facebook, que já enfrenta alguma resistência nos Estados Unidos, está agora na mira de outra investigação. Dessa vez, é a Comissão Europeia que deseja saber se a moeda digital de Mark Zuckerberg apresenta “possíveis comportamentos anticompetitivos”.

De acordo com um documento que o canal de notícias Bloomberg teve acesso, a Comissão Europeia está investigando se o sistema de pagamento proposto pelo Facebook poderia atrapalhar os rivais de forma injusta. As autoridades disseram que a preocupação está na forma como a Libra poderia criar "possíveis restrições de concorrência" nas informações que serão trocadas e no uso de dados dos usuários, de acordo com o documento.

O Facebook e a Comissão Europeia não comentaram com a Bloomberg sobre o documento, que é parte de um inquérito da UE, que está em fase inicial para reunir informações. A empresa de Zuckerberg já se comprometeu anteriormente em tranquilizar todos os reguladores antes de lançar a criptomoeda. Kevin Weil, vice-presidente da Calibra, empresa que desenvolve a carteira digital, garantiu, em julho, que “nós vamos fazer tudo que os órgãos regulatórios disserem que temos que fazer”.

Fonte: Bloomberg

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.