Como saber se um controle do PS4 é original

Como saber se um controle do PS4 é original

Por Felipe Demartini | Editado por Bruna Penilhas | 03 de Abril de 2022 às 10h30
Unsplash/Sora Khan

Como um dos consoles mais populares da atualidade, o PlayStation 4 também enfrenta sua boa dose de falsificações. Por isso, saber se um controle do PS4 é original se torna essencial tanto para garantir uma compra tranquila, principalmente no comércio eletrônico, quanto para ter uma boa experiência de jogo, sem falhas no joystick, e também para certificar a qualidade e durabilidade do produto.

Entre cópias fieis e outras mais grosseiras, muitas vezes, a diferença entre um controle original e pirata do PS4 está nos pequenos detalhes. Saber no que reparar e onde olhar pode ajudar a identificar um joystick legítimo do console da Sony e orientar ações como a devolução do dispositivo ou o acesso à assistência técnica caso haja algum problema de fabricação com o equipamento.

Em grandes e pequenos varejistas, é sempre possível encontrar modelos oficiais de controles do PS4, assim como réplicas bem feitas ou nem tanto; reparar nos detalhes é o segredo para diferenciar os produtos (Imagem: Fabian Albert/Unsplash)

A maioria das mudanças mais grosseiras estão na parte de dentro do controle do PlayStation 4, com o uso de placas e componentes bem diferentes, e de menor qualidade, em relação aos originais fornecidos pela Sony. Ainda assim, alguns detalhes podem ajudar a identificar um joystick original da plataforma, desde a embalagem até sua própria constituição física.

Cinco sinais para reconhecer um controle pirata do PS4

Embalagem e erros de digitação

Alguns exemplos de controles alternativos para o PlayStation 4, que já entregam serem falsos desde a embalagem e estão disponíveis em varejistas brasileiros (Imagem: Captura de tela/Felipe Demartini/Canaltech)

Este deve ser o indicador mais claro para diferenciar um controle original do PlayStation 4 de um falsificado. Em praticamente todas as cópias mais grosseiras, há pouco cuidado com as informações e a produção da embalagem, o que leva ao uso de papéis e plásticos de má qualidade, impressão ruim ou erros de grafia, que ajudam a identificar uma cópia antes mesmo de o usuário abrir o pacote.

Mesmo que a caixa do controle tente simular a oficial do PS4, procure sinais estranhos como a ausência do logo do PlayStation na embalagem, erros de digitação em palavras como DualShock 4 — o nome oficial do joystick — ou nas informações em letras miúdas. E caso veja variações como DoubleShock 4, PlayShock 4, o console sendo chamado de P4 e outras informações assim, é possível ter a certeza de que o controle em questão é pirata.

Vale a pena notar tais elementos, também, na etiqueta que está colada no próprio joystick, onde estão informações técnicas e de segurança. Ainda que as sequências possam variar entre os diferentes modelos de controles originais do PS4, o número de série do controle sempre terá 14 dígitos, enquanto o modelo é composto por oito, com um hífen separando os três primeiros dos cinco últimos.

Materiais e pintura

Formato dos botões e presença de símbolos que não são os oficiais de PlayStation também indicam que um controle do PS4 é falsificado (Imagem: Captura de tela/Felipe Demartini/Canaltech)

Cópias grosseiras do controle do PS4 também não terão materiais de qualidade em sua constituição. À primeira vista, dá para notar que o aparelho se trata de uma réplica pelo formato dos botões e o próprio desenho deles, caso não repliquem os tradicionais X, quadrado, bola e triângulo de forma fiel. O botão central deve sempre trazer o logo do PlayStation.

Repare também em elementos tortos ou mal encaixados, desde a carcaça até os analógicos. Preste atenção se os botões estão mais duros do que deveriam ou se ficam “pegando”, bem como alavancas que rangem ou não se movimentam de forma adequada. Os gatilhos superiores também são bons indicativos, já que as molas usadas nas falsificações costumam ser de má qualidade.

Parafusos

Pequenos detalhes como parafusos e botões ajudam a identificar um controle pirata do PS4, mesmo nos casos em que a réplica é das mais bem-feitas (Imagem: Reprodução/koppie007/iFixIt)

Uma boa olhada na parte de trás do controle também pode ajudar a separar um controle falso do PS4 de um original. As versões lançadas pela Sony usam parafusos do tipo PH00, com cortes mais finos e retos, enquanto os falsificados costumam utilizar modelos PH1. Repare, também, em desgastes que indiquem manipulação ou falhas na pintura, novamente, características de um componente de baixa qualidade.

Luzes

Luz do controle deve piscar em branco durante a conexão com o PlayStation 4; tons azuis, no exemplo, são sinais de que o joystick não é oficial da Sony (Imagem: koppie007/iFixIt)

Reparar na cor da luz superior do controle ajuda a identificar uma versão pirata. Quando o botão central é pressionado, o LED do joystick pisca na cor branca até localizar o console e se conectar; caso a iluminação tenha tons diferentes, principalmente azulados, é mais um indicativo de que o controle é falso.

Bateria

Duração da bateria, assim como o próprio componente, costuma ser a prova final de que um controle do PlayStation 4 é pirata (Imagem: koppie007/iFixIt)

A referência mais certeira para separar um joystick original de uma réplica, porém, está na parte interna, mas você não necessariamente precisa abrir o dispositivo para identificar. De acordo com as informações oficiais da Sony, um controle do PS4 tem bateria de quatro a oito horas por carga, de acordo com o jogo utilizado. Caso o seu modelo esteja durando menos, o sinal é de problemas ou falsificação.

Abrir o dispositivo, entretanto, é a prova final. O modelo oficial usado pela Sony é retangular e feito de plástico, enquanto as células das versões piratas são mais finas, simples e, em alguns casos, até menores que o espaço dedicado a elas na própria placa. Vale a pena notar também a amperagem: a versão legítima tem 1.000mAh, enquanto a falsificada, no exemplo acima, tem 600 mAh — e esse valor pode variar em relação ao que está escrito na embalagem, mais um sinal de que o dispositivo é falso.

Onde comprar controles oficiais do PS4

Procurar varejistas reconhecidos, ou vendedores com boas avaliações em marketplaces, são bons caminhos para não acabar comprando um controle pirata do PS4 acreditando estar levando um original (Imagem: Divulgação/Sony)

Fora dos sinais físicos dos controles falsificados, fazer boas escolhas na hora de adquirir um produto também ajuda a evitar os riscos de receber um joystick falsificado. Prefira varejistas reconhecidos e vendedores com boas avaliações, prestando atenção em comentários feitos pelos clientes que podem indicar tentativas de vender um dispositivo pirata como se fosse original.

Na hora da pesquisa, é importante ficar atento ao preço e desconfiar de valores que estejam muito abaixo daqueles comumente praticados pelo mercado.

Fonte: iFixIt, Sony

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.