Oi e Portugal Telecom firmam parceria para participar do Intercloud da Cisco

Por Redação | 13.10.2014 às 16:00

A Oi e a Portugal Telecom fecharam uma parceria com a Cisco para integrar o programa Intercloud, que tem como objetivo montar uma rede mundial de nuvens interligadas possibilitando novas gerações de aplicações padronizadas em nuvem e uma proliferação de nuvens híbridas seguras.

Ambas as telecoms foram selecionadas por já possuírem uma grande rede de data centers no Brasil e em Portugal. Com isso, a Cisco espera que elas sejam fornecedoras de serviços de computação na nuvem, sendo escolhidas para prestar serviços de cloud híbrida na Intercloud, que irá interligar nuvens privadas e nuvens públicas.

Ao integrarem o programa da Cisco, a Oi e a Portugal Telecom poderão disponibilizar uma oferta de nuvem híbrida com mais valor e potencial no mercado, além de terem a possibilidade de fornecer serviços em nuvem com armazenamento local, garantindo a soberania dos dados.

O esperado para os próximos anos é que a nuvem híbrida seja um dos principais expoentes da computação na nuvem, com crescimento previsto para cerca de 30%. Alguns fatores diferem este tipo de serviço, tornando-o mais vantajoso ao cliente, como:

  • Extensão segura de Data Centers: está é uma das vantagens que irá permitir a entrega de conectividade segura e escalável para ampliar ambientes de nuvem privada do cliente para a nuvem do fornecedor, permitindo segurança total de workloads;
  • A mobilidade de workloads: permitirá aos clientes uma experiência idêntica e acesso à nuvem do fornecedor, possibilitando a colocação de workloads onde o cliente julgar mais interessante;
  • Ambientes e workloads heterogêneos: possibilitarão que o cliente tenha liberdade para colocar workloads através de ambiente heterogêneos, optando entre a nuvem privada ou a do fornecedor;
  • Ambiente one-stop-shop: será gerado com o serviço e fará com que o cliente possa escolher o ambiente na nuvem mais interessante aos seus negócios, como nuvem privada, pública ou híbrida;
  • SLA end-to-end: beneficiará os clientes por meio de acordos de níveis com elevados padrões, tanto na nuvem privada como pública.

Em março, a Cisco anunciou o desejo de unir parceiros chave da área de computação na nuvem com o objetivo de fazer grandes mudanças nos serviços da nuvem em todo o mundo. O Intercloud já possui mais de 250 data centers em 50 países e reúne algumas das principais empresas comprometidas com o desenvolvimento de serviços e tecnologias em nuvem como Deutsche Telekom, British Telecom e Equinix.

A Intercloud da Cisco é considerada um “cloud of clouds”, pois busca inovar e trazer oportunidades inéditas de negócio em operações na nuvem. Com o programa, é possível que clientes façam a conexão de clouds fragmentadas e customizadas a partir de APIs abertas.

Fonte: http://convergecom.com.br/oi/10/10/2014/oi-portugal-telecom-e-cisco-firmam-parceria-para-rede-mundial-de-data-centers/#.VDgMa2ddXK1