1 em cada 2 empresas deve sofrer com perdas de dados este ano; nuvem é a saída

Por Redação | 27 de Agosto de 2012 às 11h35

A Kroll Ontrack, uma empresa que trabalha com recuperação de dados, divulgou uma pesquisa que aponta que quase uma em cada duas empresas (49%) teve problemas com perda de dados no ano passado, e essa porcentagem deve se manter em 2012. Os dados também apontaram que aqueles que trabalham com armazenamento na nuvem são menos propensos a sofrer com esse tipo de problema do que aqueles que trabalham com mídias convencionais.

Analisando mais profundamente a porcentagem daqueles que perderam dados em 2011, notou-se que 55% dos dados foram perdidos a partir de um dispositivo de armazenamento tradicional - número que contrasta com os 26% que relataram uma perda de dados a partir de um ambiente virtual e apenas 3% que registraram um prejuízo a partir da nuvem.

A confiança das empresas aumentou em relação a utilização da nuvem como forma de armazenamento. Quando perguntados na pesquisa realizada no ano passado, 55% dos entrevistados disseram não confiar na capacidade do seu provedor de nuvem tratar adequadamente qualquer incidente relacionado com a perda de dados. Já este ano, apenas 29% deles continuam com a mesma opinião.

Robert Winter, engenheiro-chefe da Kroll Ontrack do Reino Unido, advertiu que mesmo sendo mais segura em questão de armazenamento, a nuvem ainda não é uma solução perfeita.

"Se há alguma coisa que a tecnologia nos ensinou, é que a perda de dados pode ocorrer em qualquer ambiente, independentemente da tecnologia específica. A chave para minimizar o risco de perda de dados e obter sucesso na recuperação de uma perda é fazer as perguntas certas antes de adotar um novo meio de armazenamento", disse Winter.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.