O que é agorafobia?

O que é agorafobia?

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 13 de Agosto de 2021 às 12h10
Dollar Gill/Unsplash

A pandemia não trouxe impactos apenas no que diz respeito ao físico das pessoas, mas também ao mental. Os novos hábitos impostos pela necessidade de isolamento social fizeram as pessoas se acostumarem a se sentir menos seguras em espaços públicos. Trata-se de um transtorno de ansiedade conhecido como agorafobia, que vem muito antes do cenário pandêmico em que vivemos atualmente.

O que é agorafobia?

Do grego ágora, que significa lugar público onde acontecem eventos, a agorafobia é, resumidamente, o medo excessivo (fobia) de lugares com muita gente. Pessoas com agorafobia ficam ansiosas em lugares onde se sentem desamparadas, fora de controle, paralisadas ou julgadas. Alguém com agorafobia pode evitar lugares onde possa ficar preso (como uma reunião no escritório ou uma loja de departamentos em outra cidade). Eles também tendem a evitar situações ou lugares que parecem fora de controle, como uma viagem com outras pessoas, na qual não há controle da programação e do tempo, ou um espaço público aberto. Como resultado, as pessoas com agorafobia costumam ter medo até de sair de casa.

Os sintomas da agorafobia envolvem ataques de pânico (coração acelerado, falta de ar, dor no peito, suor e tontura), geralmente quando a pessoa está fora de casa. No caso da agorafobia, o medo de uma situação é desproporcional ao seu verdadeiro nível de risco.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

No entanto, temer os espaços públicos à medida que a COVID-19 continua a se espalhar é uma resposta normal a um evento tão ameaçador. Como os espaços lotados são potencialmente perigosos no momento, evitá-los é uma resposta natural, e não um sinal de desordem. É normal ter algum medo de espaços públicos agora, porque a ameaça de perigo é real.

Agorafobia tem tratamento

(Imagem: Hedgehog Digital/Unsplash)

A agorafobia é frequentemente tratada com terapia cognitivo-comportamental, que ajuda a entender as conexões entre pensamentos, sentimentos e ações. Normalmente, um especialista em saúde mental é o indicado para ajudar a compreender os desencadeadores da ansiedade e da agorafobia e a entender os pensamentos internos do paciente sobre a situação que está criando o medo, além de desenvolver habilidades para tolerar melhor a ansiedade. Remédios, como antidepressivos e ansiolíticos, às vezes são usados ​​junto com a terapia em questão, e receitados por um médico psiquiatra.

Fonte: Harvard Health Publishing

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.