Adolescentes devem gastar apenas 1 hora do dia nas telas, diz estudo

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 28 de Maio de 2021 às 12h00
yongkiet/envato

Em 2019, o Canaltech já almejava responder a questão: "adolescentes e tecnologia: como manter essa relação saudável?", e na última terça (25), pesquisadores da Rutgers University concluíram que adolescentes devem limitar seu tempo recreativo em telas (celular, notebook, tablet etc.) a  uma hora por dia nos dias de semana e quatro horas por dia nos finais de semana.

Para entender isso, os pesquisadores analisaram os dados da Pesquisa do Painel de Educação da China, voltado às necessidades e resultados educacionais das crianças no país. Ao todo, 10 mil alunos do primeiro ano do ensino médio foram acompanhados. 

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Segundo o estudo, os adolescentes que usam a internet, as mídias sociais ou os videogames para fins recreativos por mais tempo têm notas significativamente mais baixas na escola. Os participantes do estudo que usaram as telas para se divertir por cinco ou mais horas por dia tiveram quatro vezes mais chances de faltar à escola, inclusive.

(Imagem: amazingmikael/envato)

Já os adolescentes que usaram a tecnologia com moderação (ou seja, menos de uma hora por dia nos fins de semana) experimentaram efeitos positivos da participação em mídias sociais, videogames e streaming de vídeo, como bons relacionamentos interpessoais, destacando que o uso de tecnologia interativa para entretenimento com moderação promove o desenvolvimento cognitivo desses jovens.

Os responsáveis pelo estudo sugerem que os pais estabeleçam limites de tempo para o uso da tecnologia de seus filhos e que os pais e professores devem ajudar os jovens a desenvolver habilidades eficazes de gerenciamento do tempo e autorregulação para reduzir sua dependência da tecnologia.

Fonte: Computers in Human BehaviorRutgers University via Futurity

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.