Marvel explica "mal entendido" sobre possível herói transgênero no MCU

Por Rafael Rodrigues da Silva | 03 de Janeiro de 2020 às 19h30
marvel studios
Tudo sobre

Marvel

Saiba tudo sobre Marvel

Ver mais

Há alguns dias, o presidente do Marvel Studios, Kevin Feige, revelou novidades interessantes durante uma conversa que teve com estudantes da Academia de Cinema de Nova York, mostrando que o Universo Cinematográfico Marvel (MCU) deverá ter a presença de algumas caras inesperadas em um futuro próximo.

E uma das declarações que mais fez barulho foi referente à aparição de minorias em futuros filmes do estúdio: perguntado se poderíamos esperar a presença de personagens LGBTQ+, principalmente no quesito “T” (pessoas transgênero), Feige respondeu que sim, pois não só poderíamos esperar a presença de personagens que fazem parte da sigla, como já havia até mesmo um filme em produção com um personagem deste em papel importante. Isso fez com que vários sites publicassem manchetes sobre o “primeiro super-herói trans do MCU”, e também criou muita reclamação daquela parte do público que acredita que qualquer esforço de inclusão é “mimimi” e “perda de tempo”.

Mas, apesar de toda a polêmica criada, o "bafafá" pode ter sido apenas algo vazio. Isso porque fontes com ligação direta a Feige explicaram à Variety que tudo não passou de uma confusão. Elas afirmam que o presidente do Marvel Studios não havia escutado muito bem a pergunta e, por isso, não percebeu que a questão era especificamente da questão transgênero. Então, a resposta que deu não levou essa questão específica em conta, mas sim a presença de qualquer personagem LGBTQ+ em novos filmes do estúdio.

E, nesse caso, não é novidade que isto deverá acontecer mesmo no fim deste ano, já que está confirmado que um dos protagonistas de Os Eternos será gay, sendo este o primeiro personagem importante declaradamente homossexual no MCU. A existência dele foi revelada por Feige durante a D23 Expo do ano passado, onde ele revelou também que este personagem será casado e que, ainda, devemos conhecer a família dele no filme.

Mas, mesmo que demore um pouco para vermos um primeiro personagem trans no MCU, isto uma hora ou outra deverá acontecer. Até porque, por mais que isso ainda seja um assunto polêmico para muita gente, desde os quadrinhos a Marvel se notabilizou por mostrar a diversidade do mundo em suas páginas e histórias, e parece estar tentando repetir isso nas telas do cinema também.

Ao mesmo tempo, contudo, se formos considerar que ela demorou mais de uma década para lançar seu primeiro filme com uma mulher como protagonista (Capitã Marvel em 2019, lançado onze anos depois do primeiro filme do MCU, que foi Homem de Ferro em 2008), pode ser que teremos de esperar mais uns anos até vermos o primeiro herói trans nos filmes do estúdio.

Fonte: BGR

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.