Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Madame Teia chega às plataformas digitais

Por| 02 de Abril de 2024 às 12h05

Link copiado!

Reprodução/Sony Pictures
Reprodução/Sony Pictures

Um dos filmes mais comentados do ano — para bem ou para mal —, Madame Teia já chegou às plataformas digitais para compra e locação. O longa da Sony que expande esse universo de super-heróis do Homem-Aranha sem o Homem-Aranha está disponível a partir desta terça-feira (02) na Amazon, Google Play, iTunes e Microsoft Store.

Os valores variam entre R$ 29,90 e R$ 49,90 de acordo com a modalidade escolhida. Quem optar pela locação tem até 30 dias para ver o filme e, após o início, precisa terminá-lo em um período de 48 horas. Já no caso da compra, o título é adicionado à sua biblioteca e pode ser visto quantas vezes quiser.

Continua após a publicidade

Madame Teia chegou aos cinemas no último dia 15 de fevereiro e foi bastante bombardeado tanto pela crítica quanto pelo público, apontando justamente a fragilidade do roteiro. A aventura estrelada por Dakota Johnson (50 Tons de Cinza) conta a história dessa jovem que ganhou o poder de ver o futuro depois que sua mãe foi picada por uma aranha mística no Peru.

A partir disso, a protagonista se vê no meio de uma caçada em que o enigmático Ezekiel Sims (Tahar Rahim) surge para tentar acabar com três garotas que, no futuro, vão ganhar as habilidades do Homem-Aranha, tornando-se heroínas aracnídeas também. É aí que entram nomes como Sydney Sweeney (Todos Menos Você) e Isabela Merced (The Last of Us).

E é justamente essa enorme salada que fez com que Madame Teia fosse duramente criticado desde sua estreia. O filme tem uma média de 12% de aprovação no site Rotten Tomatoes, que agrega críticas do mundo inteiro. Entre o público, a nota não é muito melhor, ficando em 57% de avaliações positivas.

Continua após a publicidade

Isso não significa, porém, que Madame Teia foi um fracasso comercial. Apesar de todas as críticas e do próprio elenco fazer piada sobre o longa, a aventura da Sony arrecadou US$ 99,3 milhões em todo o mundo. É uma cifra bem abaixo da grande média das produções de super-herói, mas o suficiente para cobrir os US$ 80 milhões de produção — e o lançamento digital pode ajudar a puxar esses números para cima.