Publicidade

Harry Potter vai voltar aos cinemas brasileiros em sessões limitadíssimas

Por| Editado por Durval Ramos | 06 de Maio de 2024 às 14h25

Link copiado!

Divulgação/Warner Bros. Pictures
Divulgação/Warner Bros. Pictures
Harry Potter

Vem aí um dia inesquecível para os Potterheads de todo o Brasil. A Warner Bros. Pictures, responsável pela saga cinematográfica do bruxinho, anunciou que o filme Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban voltará aos cinemas de todo o país no dia 4 de julho, em sessões limitadas, mas que prometem ser muito nostálgicas para os fãs da franquia.

Segundo o estúdio, a reexibição do terceiro filme de Harry Potter nos cinemas acontece em comoração aos 20 anos de seu lançamento, que aconteceu em 2004 e levou para as telinhas um dos livros mais aclamados da série literária escrita por J. K. Rowling.

Continua após a publicidade

A pré-venda de ingressos para as sessões será iniciada em 28 de maio e é preciso consultar a programação dos cinemas da sua cidade para saber se alguma sala que você conhece irá passar o longa-metragem.

Filme marca a aparição de Sirius Black

Estrelado por Daniel Radcliffe, Emma Watson e Rupert Grint na pele de Harry, o menino que sobreviveu, e de seus amigos Hermione e Rony Weasley, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban é um grande ponto de virada dentro da saga. Com a chegada do diretor Alfonso Cuarón, a série deixou o tom mais infantil dos dois primeiros longas e se tornou bem mais sombrio — o que combinou bem com a virada da própria trama.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

O filme se passa no terceiro ano dos bruxinhos em Hogwarts, quando o criminoso Sirius Black escapa da prisão de Azkaban e Dementadores são enviados para o castelo para “protegê-lo” do fugitivo.

Black, que é ninguém menos do que o padrinho de Harry e supostamente o traidor que denunciou o esconderijo de seus pais para Voldemort, era no passado um dos melhores amigos de Tiago Potter, formando um quarteto inseparável com ele, Remo Lupin e Pedro Pettigrew na época em que estudava na Escola de Magia e Bruxaria.

Interpretado pelo astro Gary Oldman, o personagem é até hoje um dos mais aclamados pelos fãs da franquia, embora tenha sido alvo de críticas do próprio ator, que revelou achar sua atuação ridícula.

Continua após a publicidade

Oldman, que já confessou que gostaria de ter feito Sirius Black de forma diferente, já foi muito honesto também sobre como esse trabalho e sua atuação como o Jim Gordon de Batman foram responsáveis por salvar sua carreira.

Segundo o artista, após passar por um divórcio e ficar com a guarda dos filhos, o ator precisou rejeitar muitos trabalhos de fora do Reino Unido para poder dar conta de suas novas responsabilidades, de forma que esses papeis foram um bote salva-vidas para que ele continuasse atuando.

Warner vai lançar exposição de Harry Potter

Além da reexibição de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, a Warner também anunciou que, em parceria com a Imagine Exhibitions e a Eventim Live, abrirá uma exposição da franquia Harry Potter na Oca, no Parque Ibirapuera, em São Paulo.

Continua após a publicidade

Chamada Harry Potter: The Exhibittion, ela terá início em agosto e irá reunir uma coleção de apetrechos autênticos dos filmes, trajes usados pelos atores e recriações de cenas e cenários icônicos da saga. Além disso, ela promete ser uma experiência multissensorial e interativa, que conta ainda com atividades práticas desenvolvidas para os potterheads.

Para quem ficou interessado, os ingressos para a exposição já podem ser adquiridos no portal da Harry Potter: The Exhibittion ou no próprio site da Eventim.