Filmes lançados na Netflix não deviam concorrer ao Oscar, diz Steven Spielberg

Por Ramon de Souza | 22 de Março de 2018 às 15h35
photo_camera The Independent
TUDO SOBRE

Netflix

Steven Spielberg é uma verdadeira autoridade no campo audiovisual — ele foi o responsável por dirigir franquias cinematográficas de sucesso como Indiana Jones e Jurassic Park. E, de acordo com esse mito da sétima arte, filmes lançados originalmente em plataformas de streaming, como Netflix e Amazon Prime Video, não deveriam concorrer a prêmios acadêmicos como o Oscar.

Para Spielberg, esse tipo de produção exclusiva pode até participar do Emmy (que é uma premiação própria para profissionais e programas de televisão), mas não do Oscar, visto que na maioria das vezes eles sequer são exibidos em salas de cinema. O diretor afirma que a Netflix simboliza “um claro e presente perigo para filmgoers” — termo usado para se referir aos espectadores que gostam de assistir a filmes nas telonas.

“Menos e menos diretores irão se esforçar para conseguir financiamento, ou para competir no [Festival] Sundance e tentar conseguir um selo especializado para lançar seus filmes de forma teatral. E mais deles vão deixar empreendimentos de vídeo por demanda financiar seus filmes, talvez com a promessa de manter suas obras em cartaz durante uma semana”, explicou.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Vale lembrar que Spielberg não é a única personalidade do mercado audiovisual a criticar o modelo de negócios de plataformas de vídeo por demanda. No ano passado, Christopher Nolan (Interestelar e franquia Batman) também demonstrou revolta contra a Netflix, indagando sobretudo a sua prática de lançar diversas obras cinematográficas de forma simultânea, criando uma competição injusta entre as próprias.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.