Filme da Mulher-Maravilha quase foi contado na época da Guerra Civil Americana

Por Claudio Yuge | 01 de Abril de 2020 às 06h30
Warner Bros

Como sabemos, o pano de fundo para a adaptação da Mulher-Maravilha no Universo Estendido DC (DCEU, na sigla em inglês) foi a Primeira Guerra Mundial, o que mostrou melhor como Diana Prince se relaciona com o resto do mundo, especialmente em tempo coléricos. Mas o filme dirigido por Patty Jenkins em 2017 quase cobriu um outro grande momento histórico: A Guerra Civil Americana, no século XIX. A revelação foi feita por Zack Snyder, que comandou Homem de Aço, Batman vs Superman: A Origem da Justiça e Liga da Justiça (ou, ao menos, parte deste último).

Enquanto falava aos fãs na rede social Vero e comemorava os quatro anos do lançamento de Batman vs Superman: A Origem da Justiça, Snyder disse que a foto da Mulher-Maravilha nesse longa, com uma imagem dela ao lado de Steve Trevor e um grupo de soldados na Primeira Guerra Mundial, era para se passar em 1860 — havia até uma possibilidade da história de época se passar na Guerra da Crimeia, nos anos 1850. No final, a Warner estabeleceu que, no DCEU, Diana deixou Themysciria mesmo no início do século XX.

Imagem: Reprodução/Warner Bros

"Filmamos anteriormente na Guerra da Crimeia porque foi o primeiro conflito em que a fotografia foi usada. Conversamos sobre o uso da Guerra Civil", confirmou Snyder. A ideia é que Batman, ao encontrar a fotografia, tivesse provas de que a Mulher-Maravilha não envelhece há décadas. Ainda que isso não fosse o tema central do filme, abriu caminho para a introdução da amazona e para o filme da Liga da Justiça. Além, claro, de estabelecer que Mulher-Maravilha, de Patty Jenkins, seria uma história de época.

Aliás, como essa pegada agradou, Mulher-Maravilha 1984 também vai colocar Diana Prince (Gal Gadot) se adaptando à nossa civilização, em um período icônico para todos na cultura pop, os anos 1980. Veremos o enigmático retorno de Steve Trevor (Chris Pine) e a heroína enfrentando os vilões Maxwell Lord (Pedro Pascall) e a Mulher-Leopardo (Kristen Wiig). Devido à pandemia global do novo coronavírus (SARS-CoV-2), o título teve seu lançamento adiado, do dia 5 de junho para 14 de agosto.

Fonte: CBR  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.