SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Elementos | 5 motivos para assistir ao novo filme da Pixar

Por| Editado por Jones Oliveira | 23 de Junho de 2023 às 20h05

Link copiado!

Pixar
Pixar
Tudo sobre Walt Disney Company

Mais uma animação acaba de entrar para o portfólio da Pixar. O filme Elementos já estreou nos cinemas de todo o Brasil trazendo uma história com personagens que fazem parte dos quatro elementos: fogo, água, ar e terra. Mais do que isso, é uma história de amor entre diferentes que vale muito a pena ser vista.

Elementos nos apresenta à dupla Faísca e Gota, dois seres completamente opostos que, na teoria, não deveriam se dar tão bem. Com isso, o filme entrega uma comédia romântica divertida, cheia de emoção, muita química (literalmente) e agradável a todas as idades.

Continua após a publicidade

Se você está pensando se deve ou não correr aos cinemas para assistir Elementos, continue por aqui para conferir tudo o que você vai encontrar na trama.

5. Choque cultural

Elementos é um filme dirigido por Peter Sohn, que teve o objetivo de responder à pergunta: "e se os elementos que conhecemos fossem seres vivos?". Então, para isso, ele criou a Cidade Elemento. Lá, todos os elementos convivem em harmonia, mas sempre com uma distância razoável. Sohn conta que a história principal do filme é algo bastante pessoal, revelando que tudo começou com rascunhos do fogo interagindo com a água.

Continua após a publicidade

“Comecei me baseando no meu relacionamento com minha esposa — sou coreano e ela é americana, de ascendência italiana”, comenta o diretor sobre a ideia do filme. “No início, escondi o relacionamento dos meus pais porque eles, à moda antiga, queriam que eu me casasse com uma coreana. As últimas palavras da minha avó foram literalmente: ‘case-se com uma coreana!’”, conta o cineasta.

Por fim, tudo deu certo quando os pais de Sohn entenderam a relação entre ele e a esposa, percebendo que ambas as famílias tinham muito em comum. A animação, portanto, faz uma alusão à imigração e diferentes etnias, mostrando a importância de respeitar o próximo.

“É uma história sobre relacionamentos – entre fogo e água, entre pais e filhos e entre todos nós e nossos vizinhos que podem não se parecer conosco. É comédia por um lado e história de família e choque cultural por outro", complementa a produtora de Elementos, Denise Ream.

4. Histórias em comum

Continua após a publicidade

Só que o filme não é somente a história do diretor Peter Sohn. Ele é apenas uma entre tantas histórias ouvidas pela equipe da Pixar para contar essa fábula que, embora visualmente bem fantasiosa, é familiar a muita gente — inclusive dentro da própria equipe. De acordo com Ream, mais de 100 funcionários do estúdio que são imigrantes de primeira ou segunda geração, foram ouvidos ao longo da produção do longa.

Segundo ela, os relatos eram um mais emocionante do que o outro e todos foram levados em consideração na hora de construir o roteiro e levar essa emoção para a tela.

3. Efeitos especiais

Continua após a publicidade

Depois de dar vida aos brinquedos em Toy Story, chegou a hora de fazer o mesmo com os elementos. Don Shank, produtor de arte de Elementos, diz que nos filmes da Pixar, normalmente, você cria um universo para todos os personagens. Porém, no caso do novo filme, são quatro personagens bem distintos, cada um com seu universo.

Sanjay Bakshi, supervisor de efeitos visuais da Pixar, conta que o fogo e a água sempre foram efeitos visuais por si só e que agora se transformam em personagem. Para isso, foram mais de 50 artistas selecionados para criar a animação, que chegou a ganhar um departamento completamente novo.

Enquanto parte da equipe lidou com os efeitos mais tradicionais nesses filmes, como explosões ou inundações, e a outra trabalhou diretamente com os efeitos de cada personagem de água, fogo, ar e terra.

Continua após a publicidade

2. Personagens

Os personagens de Elementos são um show à parte e não apenas por causa do visual único de cada um deles. O filme sabe brincar muito bem com o visual e a personalidade de seus protagonistas, como no caso de Faísca, a jovem feita de fogo. Ela está sempre de cabeça quente (literalmente) e é bastante estressada. Apesar de não ter paciência para quase nada, dedica sua vida para ajudar na loja da família e se prepara para assumir a liderança quando o pai se aposentar.

Só que seus planos para o futuro profissional mudam completamente quando ela conhece um ser bem diferente dela: o Gota, um rapaz feito de água que leva a vida mais na calma e é bastante emotivo. E é a dinâmica desses opostos que dá vida a esse roteiro.

Continua após a publicidade

E, como de costume, os coadjuvantes roubam a cena. Do temperamental Brasa, pai de Faísca, às cantadas juvenis de Turrão — o vizinho feito de terra —, todo o elenco é apaixonante.

1. Dublagem em sintonia

O filme Elementos é carregado de emoção, o que foi bastante sentido não só por Peter Sohn e sua história pessoal, como pelo elenco de dubladores originais e brasileiros. Mamoudou Athie, ator que empresta sua voz para Gota, conta que seu personagem é bastante otimista e que essa é uma das características mais positivas que absorveu dele.

Continua após a publicidade

Athie disse ainda que dublar o filme vem sendo um sonho realizado e que mal podia esperar para ver o resultado de todos os sete anos que os responsáveis pelo filme esperaram pelo lançamento. Leah Lewis, que dublou Faísca, também fez vários elogios à sua personagem. "Ela é muito apaixonada, uma mulher jovem e independente que está muito perto da família", diz a atriz.

Lewis também explica que Faísca está muito segura na vida que vive ao lado dos pais e acaba receosa por explorar o mundo lá fora e os outros elementos. Entre as características da personagem mais admiradas pela atriz está a lealdade à família.

A atriz Leah Lewis conta ainda que se identificou com a história de Faísca. "A ajuda de diferentes pessoas em minha vida, como minha família, amigos e outros Gotas que apareceram, colaborou para eu realmente ver a luz dentro de mim", revela.

O Canaltech também conversou com os dubladores do Brasil, Dláigelles Silva (Gota) e Luiza Porto (Faísca), que revelaram que o sentimento não foi diferente. Luiza diz que a personagem é muito forte e especial, e que foi muito enriquecedor trabalhar com ela.

Continua após a publicidade

"Gravar ela foi um passo de amadurecimento. As questões dela, com a família, ela se apaixonar por um elemento que não se mistura e já quebrar essa regra. Todas essas questões fazem ela ser uma personagem interessante e muito emocionante", pontua Luiza.

Dláigelles também diz que admira as qualidades do Gota de colocar todos para cima, ter tanta sensibilidade, de ser chorão e não ter vergonha de colocar os sentimentos para fora. "Para mim é até como um aprendizado", diz o ator e dublador. "Em determinados momentos eu seguro a emoção, e o Gota veio para me ensinar um pouco. Ele expressa a emoção", completa. Luiza também falou sobre a importância das crianças crescerem sabendo que podem chorar, inclusive os meninos.

Também conversamos com o diretor de dublagem de Elementos no Brasil, Diego Lima, que falou sobre os dois personagens, destacando a importância das duas personalidades mostradas na animação.

Continua após a publicidade

"A Faísca representa essa força feminina, que é muito importante na nossa sociedade. De uma mulher jovem e determinada que, apesar de ter toda essa característica ligada à chama, também é carinhosa e acolhedora", diz Diego sobre Faísca. "E o Gota é esse personagem fluido, que consegue colocar as emoções para fora".

O elenco nacional também falou sobre a grandiosidade que é trabalhar com um filme da Pixar, que sempre causa muita emoção. "A Disney vive no inconsciente de todo mundo. Então lembramos de clássicos, como Toy Story, Divertida Mente, Soul... você lembra de títulos que fazem parte da história do cinema. É uma responsabilidade que pode até assustar", explica o diretor.

Na entrevista, Diego não economizou elogios à dupla Luiza e Dláigelles, dizendo que todos saíram transformados profissionalmente do processo. "Foi um desafio, é uma responsabilidade, mas graças à soma de muitos talentos conseguimos fazer uma versão dublada superando todas as expectativas com a mesma magia dos atores do original", finaliza.

O filme Elementos já pode ser assistido nos cinemas de todo o Brasil.