Disney planeja pegar leve na frequência de lançamentos da saga Star Wars

Por Ares Saturno | 20 de Setembro de 2018 às 19h05
Divulgação

Segundo o CEO da Disney, Bob Iger, o ritmo acelerado de lançamentos da franquia Star Wars foi um "erro de temporização". Em entrevista para o site estrangeiro The Hollywood Reporter, Iger foi questionado sobre o lançamento de um longa-metragem de Star Wars anualmente, quando então anunciou que a Disney pretende soltar as sequências da saga com uma menor frequência de agora em diante.

"Tomei as decisões a respeito do tempo dos lançamentos e, quando olho para trás, vejo que o erro que cometi — eu assumo a culpa — foi por excesso, muita rapidez. Podem esperar uma desaceleração, mas isso não significa que não estamos mais produzindo filmes [de Star Wars]", disse Iger.

Na sequência, Iger falou sobre alguns projetos em andamento para Star Wars, como o Episódio IX, que está sendo produzido por J. J. Abrams, além da saga própria feita pelos responsáveis pela adaptação de Game of Thrones para a HBO. Entretanto, o diretor de Star Wars: Os Últimos Jedi, Rian Johnson, não foi citado pelo executivo.

"Estamos no ponto onde começamos a tomar decisões sobre o que virá após o J. J. [Abrams, Episódio IX]", disse Iger. "Mas eu acho que nós seremos um pouco mais cuidadosos sobre o volume e o tempo de lançamentos", completou.

Desde a estreia nas telonas de Star Wars: O Despertar da Força, em 2015, todos os anos contam com o lançamento de um novo longa-metragem da saga: Rogue One: Uma História Star Wars foi lançado em 2016; Star Wars: Os Últimos Jedi estreou nos cinemas em 2017; e em 2018 foi a vez Han Solo: Uma História Star Wars ser lançado. Ao que tudo indica, 2020 será o ano e que essa cadência será desacelerada, pois o Episódio IX está previsto para estreia em desembro de 2019.

Fonte: IGN

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.