Publicidade

Mamíferos podem evoluir e ficar tão grandes quanto dinossauros?

Por| Editado por Luciana Zaramela | 25 de Abril de 2023 às 09h00

Link copiado!

FamilyStock/Envato
FamilyStock/Envato

Mesmo os maiores animais do mundo atual não são páreos para os dinossauros. Mas será que os mamíferos terrestres poderiam evoluir e ficar tão grandes quanto? Em novo estudo, especialistas apontam que esses animais não podem desenvolver corpos tão grandes quanto os maiores dinossauros porque precisam usar muito de sua energia física.

O objetivo da pesquisa foi revisitar questões-chave sobre tamanho, especificamente em mamíferos. O argumento dos pesquisadores é que o tamanho impacta tudo, desde a reprodução até a extinção, e os mamíferos são um bom caso de teste, já muita variação.

Os pesquisadores contam que, durante o Mesozóico, os mamíferos eram pequenos. Depois que os dinossauros foram extintos, os mamíferos evoluíram para serem muito maiores à medida que se diversificaram para preencher os nichos ecológicos que se tornaram disponíveis.

Continua após a publicidade

Ter tantas linhagens diferentes evoluindo independentemente para tamanhos máximos semelhantes sugere que havia papéis ecológicos semelhantes a serem preenchidos por mamíferos gigantes em todo o mundo, e a biota em todas as regiões estava respondendo às mesmas restrições ecológicas.

No entanto, os cientistas apontam que os mamíferos são chamados de endotérmicos, o que quer dizer que regulam a própria temperatura corporal. Um mamífero de um determinado tamanho gasta dez vezes mais energia do que um réptil ou um dinossauro do mesmo tamanho. Os dinossauros, assim como os répteis de hoje, não regulavam a temperatura corporal e a energia extra permitia que crescessem.

Fonte: University of Georgia via IFL Science