Publicidade

Vídeo mostra baleias formando sequência de Fibonacci com bolhas

Por| Editado por Luciana Zaramela | 11 de Janeiro de 2024 às 10h41

Link copiado!

Dr. Louis M. Herman/Wikimedia Commons
Dr. Louis M. Herman/Wikimedia Commons

O fotógrafo profissional e guia polar Piet van den Bemd descobriu algo inusitado nas águas da Antártida através de um drone: uma espiral semelhante à sequência de Fibonacci, formada com bolhas. Essa forma foi causada por duas baleias jubarte (Megaptera novaeangliae).

Trata-se de uma técnica de alimentação com rede de bolhas, que basicamente envolve as baleias mergulhando abaixo de suas presas e, em seguida, usando bolhas criadas a partir de seus respiradouros para prender os peixes mais perto da superfície da água.

De acordo com o National Marine Sanctuary Foundation, essas baleias costumam subir à superfície com a boca aberta e engolir tudo que encontram pelo caminho, inclusive os peixes que prenderam com suas bolhas. 

Continua após a publicidade

O instituto em questão define o comportamento como "altamente complexo", uma vez que envolve tempo, coordenação, comunicação e trabalho em equipe, e destaca como as baleias são animais inteligentes, uma informação que diversos estudos já fortaleceram anteriormente.

Baleias formam sequência de Fibonacci

No entanto, esse comportamento é aprendido. Nem todas as populações de baleias jubarte se alimentam através desta técnica. Assista ao vídeo:

Continua após a publicidade

Van den Bemd disse à agência de notícias Storyful que é um momento que ele nunca esquecerá. “A forma espiral de Fibonacci executada com perfeição tornou tudo incrível”, relatou.

Em seu Instagram, o fotógrafo descreveu truque de caça como “a colaboração perfeita da natureza que se desenrola sob as ondas”:

Atualmente, os cientistas buscam uma forma de conversar com as baleias, mas reconhecem que isso vai exigir anos de pesquisa nos habitats naturais desses mamíferos.

Continua após a publicidade

Fonte: StoryfulNational Marine Sanctuary Foundation