Homem na lua: há 45 anos, a humanidade dava seu primeiro grande passo

Por Redação | 21 de Julho de 2014 às 17h36

20 de julho de 1969. A aeronave Apollo 11 pousou na lua e os astronautas norte-americanos Neil Armstrong e Buzz Aldrin se tornaram os primeiros humanos a pisarem na superfície lunar. A primeira missão tripulada da NASA dentro do programa espacial Apollo foi lançada do Cabo Canaveral, na Flórida, no dia 16 de julho, e, a bordo, estavam três astronautas: Armstrong, Aldrin e Michael Collins.

Depois de pousar a nave na superfície da lua, Collins permaneceu em seu interior enquanto Aldrin e Armstrong se aventuraram para fora do módulo. E, ao por os pés na lua, Armstrong logo enviou sua famosa mensagem via rádio: "Tranquility Base here. The Eagle has landed" (Base da Tranquilidade aqui. A Águia pousou, em tradução livre).

Segundo o Space.com, os dois homens ficaram por 21 horas e meia na lua. Foi quando o comandante Armstrong fincou a bandeira dos Estados Unidos em solo lunar e proferiu sua famosa frase: "That's one small step for man, one giant leap for mankind" (É um pequeno passo para o homem, mas um grande salto para a humanidade).

Apollo 11

O homem pisando na lua (Foto: NASA)

O próximo grande passo

A NASA se prepara para dar o próximo grande passo e levar o homem a Marte. A agência espacial está se baseando nas realizações do programa Apollo para testar e enviar ao espaço novas tecnologias que serão essenciais para as próximas missões e, novamente, mudar o curso da história. Nasce a missão Path to Mars (caminho para Marte).

Tal missão teve início com as pesquisas e investigações feitas aqui na Terra e na Estação Espacial Internacional, que está localizada a aproximadamente 400 Km da superfície terrestre. Lá, os astronautas realizam centenas de experiências impossíveis de se conduzir em solo, descobrindo novas maneiras de como os seres humanos podem viver, trabalhar e prosperar durante longos períodos no espaço.

Para descobrir uma maneira de enviar seres humanos ao espaço e devolvê-los intactos à Terra, uma nova capacidade de transporte no espaço está sendo desenvolvida pela NASA. O objetivo e viajar para distâncias bem mais longínquas que a lua, passando por setores do sistema solar nunca antes visitados. E as pesquisas já mostram resultados: a espaçonave Orion e o foguete Space Launch System (SLS) serão os mais avançados veículos espaciais já construídos. Ambas as naves serão os meios de transporte dos homens para Marte.

Em 2019, uma missão robótica deve ser enviada para explorar asteroides localizados próximos à Terra. A espaçonave deverá capturar um asteroide inteiro ou redirecionar a massa de um asteroide para uma órbita estável ao redor da lua, impedindo colisões com o planeta. Espera-se que em 2020 os astronautas a bordo da nave Orion (lançada pelo SLS) explorem tais asteroides e retornem com amostras para serem analisadas aqui na Terra.

Curiosity

Sonda Curiosity em solo marciano

As missões para Marte já começaram com a sonda Curiosity e pretendem responder a algumas das principais perguntas envolvendo vida e espaço: existe vida além da Terra? Será que humanos podem viver em Marte no futuro? De acordo com a NASA, a jornada para descobrir as respostas tem seus riscos, mas as recompensas para a humanidade valem a pena.

Cronograma espacial

Essa próxima década de exploração será também um momento crucial de desenvolvimento tecnológico. O primeiro voo de teste da Orion, por exemplo, vai ocorrer em dezembro deste ano, e em 2015, a missão New Horizons vai chegar até Plutão e ver o mundo gelado de perto pela primeira vez. Em 2016, duas outras missões vão até Marte: a InSight e a ExoMars Trace Gas Orbiter. Já no fim de 2017, empresas dos Estados Unidos vão começar a lançar astronautas em uma missão na órbita estável da lua, chamada Distant Retrograde Orbit (Órbita Distante Retrógrada), na qual os astronautas devem examinar um asteroide realocado apenas em 2020. Em 2018, o sucessor do Hubble, o telescópio espacial James Webb, será o responsável por captar a luz das primeiras estrelas do universo. Como dito anteriormente, 2019 será o ano do envio de uma missão robótica para capturar asteroides e, em 2020, uma nova sonda será enviada a Marte, para seguir os passos da Curiosity, procurar evidências de vida e preparar o caminho para os novos futuros exploradores: os seres humanos.

2021 será o ano em que homens farão parte da primeira missão tripulada ao sistema combinado e, provavelmente, irão viajar para distâncias nunca antes visitadas pelo homem no espaço.

Vida no espaço

A vida de astronauta não é fácil. O Canaltech já publicou um especial sobre como seria viver no espaço ou estar na pele dos astronautas em missões espaciais. Como é a alimentação? Como os astronautas fazem para tomar banho e fazer suas necessidades? E como dormem? A microgravidade atrapalha ou ajuda? Como ficam os músculos, os ossos e a circulação sanguínea em uma missão fora da Terra? Como funciona a roupa dos astronautas? Com que frequência troca-se de meias ou de camiseta?

Astronautas

Essas e outras perguntas foram respondidas em nossa série Astronautas, que você pode conferir clicando nos links abaixo:

.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.