Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Vertical Connect | Empresa nordestina será rival da Embraer com carros voadores

Por| Editado por Jones Oliveira | 22 de Agosto de 2023 às 20h40

Link copiado!

Divulgação/Vertical Connect
Divulgação/Vertical Connect

A Vertical Connect, startup cearense de mobilidade, aproveitou a Labace 2023 para divulgar seu projeto de eVTOL ou carro voador elétrico, o Genesis X1. A promessa é de ser uma alternativa para locomoção em centros urbanos com alta eficiência e segurança, além de postular uma eventual concorrência com a Embraer, outro player brasileiro nesse mercado.

Em fase de desenvolvimento, o Genesis X1 será um eVTOL homologado para duas pessoas e que deve se concentrar em rotas essencialmente urbanas, mas com preço acessível, como se fosse um Uber voador. Segundo a diretoria da empresa, o baixo custo de manutenção dessa aeronave será o ponto-chave para proporcionar voos baratos.

"Por ser 100% elétrico, os custos para abastecimento do Genesis X1 são bem menores do que um carro a gasolina. Além disso, os motores elétricos são de manutenção muito mais fácil do que os a combustão, com mais segurança e recursos de redundância avançados. Por isso, esperamos oferecer voos realmente acessíveis", disse Marco Berzaghi, COO da Vertical Connect, em entrevista ao Canaltech.
Continua após a publicidade

As operações iniciais da Vertical estão concentradas em Fortaleza, onde recebe apoio do governo local tanto em estrutura quanto em financiamento. A fábrica também será no Ceará, mas o escritório comercial, em princípio, está em São Paulo.

Como será o Genesis X1?

Segundo Berzaghi, o Genesis X1 terá 16 rotores e será capaz de levar dois passageiros (um é o piloto). A ideia é oferecer viagens curtas nos principais centros urbanos e, para isso, o carro voador será equipado com sistemas de segurança avançados, como sistemas anticolisão e pára-quedas balísticos, posicionados estrategicamente na aeronave para trazer mais segurança.

Continua após a publicidade

O processo de homologação junto à ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) deve começar em breve, com o avançar do desenvolvimento da aeronave. Dados de desempenho e autonomia devem ser revelados em um futuro próximo, mas, segundo Berzaghi contou com exclusividade ao Canaltech, podemos esperar viagens com mais de 150 km/h.

A Vertical Connect espera, também, se tornar referência no mercado de mobilidade urbana no Brasil oferecendo não apenas o eVTOL, mas também cursos de formação de pilotos e mais serviços. "Queremos que as pessoas se interessem em, no futuro, ter um eVTOL em casa. Para isso, precisaremos investir na formação de pilotos e "educar" o mercado", avalia Berzaghi.