Publicidade

Toyota vai gastar R$ 5 bilhões para ter nova fábrica em Sorocaba

Por| Editado por Jones Oliveira | 06 de Junho de 2024 às 12h25

Link copiado!

Divulgação/Toyota
Divulgação/Toyota
Tudo sobre Toyota

O investimento de R$ 11 bilhões prometido pela Toyota para a indústria automobilística do Brasil até 2030 começa a ter seus caminhos traçados com mais clareza. Nesta quarta-feira (5), a montadora anunciou que parte desse dinheiro será utilizado para dobrar a capacidade produtiva no complexo industrial localizado em Sorocaba (SP).

Em entrevista coletiva, Evandro Maggio, presidente da Toyota do Brasil, revelou que a montadora já deu início ao processo de construção do projeto batizado como “Sorocaba 2”. Segundo o executivo, a intenção é “quase dobrar” a capacidade produtiva na cidade, que hoje é de 175 mil unidades por ano.

“É um projeto espelhado e a área de produção será dobrada”, sintetizou Maggio. Ele confirmou o uso de R$ 5 bilhões no projeto que englobará também a transferência da linha de montagem que hoje opera em Indaiatuba, mas será fechada.

Continua após a publicidade

A “Sorocaba 2” também será utilizada para montagem de baterias para os veículos híbridos Além disso, produzirá um dos futuros carros da Toyota para o Brasil, provavelmente já em 2026, ano em que deverá ser inaugurada. Antes, na planta que já está em atividade, a ideia é produzir um carro compacto inédito, também com motor híbrido.

Fábrica de motores em Porto Feliz

Além do aporte financeiro destinado à ampliação da fábrica em Sorocaba e aos inéditos carros que pretende lançar no mercado brasileiro, a Toyota também dará atenção especial à planta localizada em Porto Feliz, no interior paulista.

O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

A ideia é ampliar a capacidade da fábrica de motores em até 30% por meio de uma nova plataforma global. A eletrificação, segundo Evandro Maggio, está no centro de todo o planejamento da montadora.

“Nós fomos pioneiros no híbrido flex e hoje somos líderes nesse mercado. Da linha Corolla Cross, 40% da procura é por versões do gênero. Agora todo mundo que produz aqui começa a falar em eletrificados. Vamos produzir no Brasil tudo que tem a ver com o sistema híbrido”, concluiu o executivo.