Mercedes-Benz quer fazer carros elétricos sem peças de outras empresas

Mercedes-Benz quer fazer carros elétricos sem peças de outras empresas

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 14 de Janeiro de 2022 às 18h00
Malagrine Estúdio

A Mercedes-Benz está avançando no mercado de carros elétricos, mas entende que terá dificuldades naturais para fabricar esses automóveis, notadamente tecnológicos. Com isso em mente, a gigante alemã trabalha para fazer seus futuros modelos zero emissão sem depender de outros fornecedores.

A ideia da fabricante é que, aos poucos, todas as peças que formam seus carros sejam feitas em suas fábricas, principalmente motores, câmbio e outros itens. Segundo Markus Schäfer, chefe de desenvolvimento da Mercedes, as próximas plataformas de carros elétricos da montadora estão preparadas para isso.

"Queremos controlar o sistema geral de motor elétrico, bateria e eletrônica da melhor forma possível, semelhante à maneira como o motor de combustão faz", revelou Schäfer, em entrevista ao periódico automotivo alemão Automobilwoche.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Vision EQXX deve ser um dos carros elétricos com melhor autonomia (Imagem: Divulgação/Mercedes)

Atualmente, os carros elétricos da Mercedes, casos do EQC e EQS, possuem baterias da chinesa CATL, além de motores e transmissão da ZF e Valeo Siemens. Recentemente, uma parceria da montadora foi firmada com a Stellantis e a Total Energies para a construção de uma fábrica de células de bateria, algo que vai ao encontro das ideias reveladas por Schäfer.

Com essa mudança em sua linha de produção, a Mercedes estima que seus próximos carros elétricos serão 100% desenvolvidos e montados em suas fábricas e que será menos afetada com possíveis crises de semicondutores, um dos principais problemas da indústria automotiva nos últimos dois anos.

A expectativa é que esse trabalho saia do papel em 2024.

Fonte: Electrek

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.