Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Embraer finaliza testes de carro voador em túneis de vento

Por| Editado por Jones Oliveira | 18 de Maio de 2023 às 13h00

Link copiado!

Divulgação/ Embraer
Divulgação/ Embraer

A Embraer finalizou os testes em túnel de vento do seu carro voador elétrico ou eVTOL (veículo voador elétrico com decolagem vertical). Com lançamento estimado para 2026, o modelo segue em desenvolvimento e avança em situações importantes para seguir rumo às homologações.

Segundo a Eve, subsidiária da Embraer responsável pelo carro voador elétrico, o principal objetivo do teste foi investigar e validar como componentes como a fuselagem, rotores, asa, cauda e outras superfícies se comportariam em voo. O teste em túnel de vento proporciona uma visão única do comportamento aerodinâmico de geometria complexa e oferece um alto nível de validação das características do design do veículo.

"A conclusão dos testes em túnel de vento representa um marco de engenharia fundamental no desenvolvimento do nosso eVTOL. As informações que obtivemos durante esta fase do desenvolvimento nos ajudam a aperfeiçoar ainda mais as soluções técnicas de nosso eVTOL antes de nos comprometermos com as ferramentas de produção e construção dos protótipos", disse Luiz Valentini, vice-presidente de tecnologia da Eve Air Mobility.
Continua após a publicidade

Pensado justamente para a mobilidade nas cidades, o carro voador da Embraer deve ter autonomia de mais ou menos 100km, o que justifica o seu uso no perímetro urbano, com operação em vertiportos e deslocamento para pontos específicos e uso por empresas.

Por que o teste no túnel de vento é importante?

Os testes em túnel de vento são importantes por permitirem ao time de engenharia monitorar o fluxo de ar sobre e ao redor do veículo, além de suas partes individuais. Eles também são usados para medir as forças aerodinâmicas e as diferentes situações que atuam sobre o veículo, permitindo que a equipe avalie sua elevação, eficiência, e as qualidades e desempenho do voo.

Segundo a Embraer, a equipe de engenharia utilizará os dados coletados nesses testes para aprimorar a eficiência do eVTOL.