Embraer fecha acordo com empresa dos EUA para utilização de 60 carros voadores

Embraer fecha acordo com empresa dos EUA para utilização de 60 carros voadores

Por Felipe Ribeiro | Editado por Jones Oliveira | 30 de Junho de 2021 às 16h10
Embraer

A Embraer fechou mais um acordo comercial envolvendo seu futuro eVTOL (carro elétrico voador com decolagem vertical). Dessa vez, a fabricante brasileira firmou uma parceria com a Blade Air Mobility, dos Estados Unidos, que utilizará os veículos para transporte de passageiros na Flórida e em outros mercados na costa oeste por meio de uma espécie de permuta.

A Blade é uma empresa especializada em soluções de mobilidade urbana e tem know-how na construção de plataformas tecnológicas para abrigar serviços de transporte. O acordo com a Embraer, que foi firmado com a subsidiária Eve, prevê a utilização de 60 carros voadores e até 60 mil horas de voo por ano a partir de 2026. Em contrapartida, a companhia estadunidense vai compartilhar toda a sua expertise com os brasileiros.

"A Blade possui uma grande sinergia com a nossa missão, uma vez que desenvolveu uma plataforma que facilitará o acesso à mobilidade aérea nos centros urbanos e, graças à parceria com a Eve, oferecerá também uma experiência de voo silenciosa e sem emissão de carbono. Essa parceria com a Blade é mais um passo para avançarmos no futuro da mobilidade nessas regiões e marca um momento de grande entusiasmo para as duas companhias", destaca André Stein, Presidente & CEO da Eve, em comunicado oficial.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Imagem: Embraer

Os testes do carro voador da Embraer seguem a todo vapor e, até o fim do ano, a empresa deve decolar seu protótipo de tamanho real. Com as 60 unidades deslocadas para a parceria com a Blade, a empresa já tem confirmados 310 carros voadores negociados de maneira oficial. Detalhes como preços e desempenho ainda serão revelados.

Fonte: Embraer

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.