E-Tron é o primeiro carro elétrico a ganhar prêmio de segurança máxima

Por Nathan Vieira | 14 de Agosto de 2019 às 16h54
Divulgação/Audi

Além de ser o primeiro carro completamente elétrico da Audi, o SUV E-Tron também fez história ao ser considerado uma das principais opções de segurança do Instituto de Seguros para Segurança de Rodovias (IIHS), já que é o primeiro carro elétrico a conquisar esse posto. Para intensificar isso, foram divulgados alguns vídeos do carro sendo destruído de várias maneiras diferentes, em meio a alguns testes.

Anteriormente, o posto de opção mais segura foi atribuído ao Model S da Tesla e ao Chevy Bolt. Por sua vez, o E-Tron conquistou bons índices em todas as categorias de "resistência ao impacto" do IIHS. O instituto também descobriu que o sistema de freios automático de emergência do E-Tron funcionava bem, evitando um acidente no teste de 40 quilômetros por hora.

Um porta-voz da agência disse ao The Verge que, embora o Model 3 ainda não tenha sido totalmente testado, eles têm quatro exemplares que estão aguardando testes. O IIHS também não testou o Model X. A conquista de uma boa classificação do IIHS é responsável por um verdadeiro impacto positivo para o carro elétrico em questão, principalmente em um cenário cimplicado em que o CEO da Audi foi preso por seu suposto envolvimento no escândalo mais amplo de fraude de emissões da Volkswagen.

O E-Tron é um dos primeiros veículos elétricos de longo alcance a chegar ao mercado no segmento de luxo. A princípio, o carro custa cerca de US$ 75 mil (O que equivale a 302 mil), e pode viajar cerca de 328 quilômetros em uma única carga. Até 2025, a marca promete colocar nas ruas ao redor do mundo nada menos que 12 modelos movidos somente por baterias – de compactos aos chamados full-size.

Além disso, o E-tron usa dois motores elétricos – um para cada eixo. Juntos, produzem aproximadamente 300 kW – 408 cv de potência, e as baterias de 95 kWh pesam 700 kg e são montadas no assoalho (no meio do carro). Isso significa que o centro de gravidade é mais baixo e a distribuição de peso do SUV – 50% na dianteira e 50% na traseira — é equilibrada. Vale ressaltar que o E-Tron está confirmado para estrear no mercado brasileiro a partir do segundo semestre de 2019.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.