Publicidade

5 motivos para NÃO comprar o Chevrolet Tracker Midnight

Por| Editado por Jones Oliveira | 07 de Maio de 2023 às 09h30

Link copiado!

Felipe Ribeiro/ Canaltech
Felipe Ribeiro/ Canaltech

Lançado há algumas semanas, o Chevrolet Tracker Midnight é mais uma opção dentro da gama do SUV compacto da General Motors. Com bom apelo visual, o modelo pode convencer eventuais compradores de versões um pouco mais baratas do crossover, mas isso também requer atenção em outros pontos.

Com preço consideravelmente elevado, o Tracker Midnight deixa a desejar em alguns aspectos. Não chegam a ser necessariamente defeitos, mas pontos de atenção que podem fazer com que clientes repensem a compra e partam para outros modelos no vasto mercado de SUVs compactos.

Com isso em mente, o Canaltech listou 5 motivos que podem fazer você não comprar o Chevrolet Tracker Midnight.

Continua após a publicidade

5. Não era Midnight?

Um ponto que chamou atenção negativamente no Chevrolet Tracker Midnight foi a ausência do interior completamente escurecido. Por mais que o painel, portas e bancos estejam com detalhes pretos, o teto não está e isso faz a diferença dentro da "proposta Midnight".

4. Acabamento

Continua após a publicidade

O acabamento do Chevrolet Tracker Midnight não é dos melhores dentro da categoria dos SUVs compactos. Mesmo a versão Premier, que tem revestimentos um pouco melhores na comparação com essa edição, a coisa já não é muito boa.

Há plástico mais do que o preço desse carro sugeriria e, na comparação com outros crossovers, o modelo da Chevrolet fica para trás. Mesmo com o tom escurecido de painéis e portas, além do couro no banco darem uma amenizada, é uma bola fora.

3. Isolamento acústico

Continua após a publicidade

Nós já testamos outras versões do Chevrolet Tracker, como a Premier, a topo de gama. Nessa variante, o SUV até que apresentou bom isolamento acústico e poucos ruídos de carroceria e montagem. No caso da variante Midnight, sentimos que houve uma piora nesse aspecto.

Em ambientes rodoviários, era normal ter que levantar a voz para conversar com um passageiro ao lado. Ouvir a música então? Bem difícil.

2. Preço

Continua após a publicidade

O Chevrolet Tracker Midnight foi posicionado acima da versão LT. Tem mais equipamentos e um acabamento um pouco melhor, mas seu preço já exige que ele seja um pouco mais recheado, isso sem falar em uma motorização melhor, como a 1.2 turbo que equipa a variante RS (a 1.0 não é ruim, vale destacar).

Atualmente, o Chevrolet Tracker Midnight custa R$ 141.960.

1. Equipamentos

Continua após a publicidade

Como dissemos, o Chevrolet Tracker Midnight é posicionado logo acima da versão LT, ou seja, tem pouco mais de equipamentos que essa variante, também munida de um motor 1.0 turbo de 116cv e 16,8 kgf/m de torque. Entretanto, por R$ 141 mil, o SUV poderia estar um pouco mais recheado, se aproximando mais da versão LTZ, mesmo se a GM optasse por manter o propulsor de 1 litro.

Sentimos falta de alguns itens que um carro desse valor não pode deixar faltar, como retrovisor interno eletrocrômico, conjunto óptico em LED, ar digital e até mesmo freios a disco nas quatro rodas. Não vamos nem citar os recursos de auxílio ao motorista, porque, certamente, deixariam o preço do Tracker Midnight desproporcional ao restante da gama.

É bom dizer que, se analisarmos versão por versão, o Tracker Midnight é uma opção interessante, já que tem diferenciais ao seu favor, como bom desempenho, consumo e, claro, o visual. Mas sentimos que a lista de comodidades poderia ser um pouco melhor.