Adeus Fiat Uno | 7 inovações que o carro trouxe para o Brasil

Adeus Fiat Uno | 7 inovações que o carro trouxe para o Brasil

Por Paulo Amaral | Editado por Jones Oliveira | 28 de Dezembro de 2021 às 15h30
Divulgação/Fiat

A série limitada Ciao, anunciada pela Fiat antes do Natal, marcará a despedida do Uno do mercado brasileiro após 37 anos e mais de 4,3 milhões de unidades fabricadas no país na fábrica de Betin (MG).

A trajetória do icônico carro da montadora italiana, hoje pertencente ao grupo Stellantis, foi recheada de novidades. E é sobre as 7 principais inovações que o Fiat Uno trouxe para o Brasil que vamos falar neste especial.

Relembre alguns dos principais recursos que o carro introduziu no segmento automotivo do Brasil ao longo de quase 4 décadas e, se quiser, corra para garantir uma das 250 unidades da série Ciao, exclusiva e numerada, para ter o hatch na garagem pelos próximos anos.

7. Pequeno por fora, grande por dentro

Fiat Uno chegou ao mercado brasileiro em 1984 e inaugurou uma sequência de inovações no país (Imagem: Divulgação/Fiat)

Ao iniciar sua trajetória no Brasil, o Fiat Uno adotou o slogan “pequeno por fora, grande por dentro”. A ideia, claro, era mostrar que o modelo, apesar de compacto, tinha um bom espaço interno para acomodar motorista e passageiros.

6. “Uno raio” marcou época

Três anos após a estreia, a Fiat inovou novamente ao dar ao Uno um motor 1.5. O Uno 1.5 R conquistou o coração principalmente do público jovem e era capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 12 segundos, um tempo extraordinário para a época.

Fiat Uno com motor 1.0 era conhecido pelo lado econômico (Imagem: Divulgação/Fiat)

5. Do “raio” ao 1.0

De um extremo ao outro da potência. Depois de lançar moda com um carro turbo, a Fiat usou o Uno para mostrar que economia também era um ponto forte do hatch. Em 1990, ele foi o primeiro carro do Brasil a sair de fábrica com o motor 1.0, e a inaugurar o conceito de “carro popular”.

4. Ar-condicionado

Uno Mille ELX foi o primeiro 1.0 do mercado a ter ar-condicionado (Imagem: Reprodução/AutoMundo)

O Fiat Uno também apresentou inovações no quesito conforto. Afinal, em 1994, fez o Mille ELX se tornar o primeiro carro do mercado brasileiro a ter ar-condicionado em sua versão popular, ou seja, mais barata.

3. Turbinada na linha

Fiat Uno foi o primeiro carro nacional a ser lançado com motor turbo (Imagem: Divulgação/Fiat)

Foi também em 1994 que a Fiat deu ao Uno uma das maiores inovações do mercado automotivo brasileiro: o primeiro motor turbo de série para um carro nacional. Foi o início de um conceito também conhecido como downsizing, ou seja, diminuição do tamanho do motor.

2. Arredondando o quadrado

Em 2010, uma das maiores inovações da Fiat para a linha do Uno também foi a mais radical. A montadora, literalmente, trocou as linhas do carro, deixando de lado o estilo “botinha ortopédica” e, como a própria marca disse, “arredondando o quadrado”.

Nova geração do Fiat Uno trouxe nova série de inovações ao mercado (Imagem: Divulgação/Fiat)

1. Tecnologia

A última das 7 inovações que destacamos e atribuímos ao Fiat Uno como precursor entre os carros no Brasil é o sistema start-stop. Ele surgiu em 2015, na série chamada Uno Evolution, que também marcou a inauguração dos motores Firefly 1.0 e 1.3, ambas de 3 cilindros.

E aí? Muita inovação para um carro só, não acham? Vocês sentirão falta do Fiat Uno? Conte pra nós aí nas redes sociais, canaltecher.

Com informações Stellantis

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.