Pandemia estimula a busca por especialistas em inteligência de dados

Pandemia estimula a busca por especialistas em inteligência de dados

Por Felipe Gugelmin | Editado por Claudio Yuge | 23 de Junho de 2021 às 15h20
everythingposs/Depositphotos

A aceleração da transformação digital resultante da pandemia do COVID-19 trouxe novas perspectivas para o mundo profissional. Segundo um levantamento realizado pela Intera, profissionais que se especializaram na inteligência de dados estão em alta por sua capacidade de ajudar empresas a transformar grandes quantidades de informações em soluções estratégicas para seus negócios.

O estudo conduzido entre fevereiro e março deste ano contou com a participação de 34 empresas teve respostas de 4 mil profissionais, incluindo analistas, engenheiros e cientistas de dados plenos, seniores e especialistas. O resultado mostra que profissionais dedicados à área de Data Analytics, Data Engineer e Data Science são os mais valorizados e buscados por companhias dos mais diversos setores.

Segundo a Intera, houve um aumento de 485% na abertura de vagas voltadas à análise de dados em comparação com o primeiro semestre de 2020. “Esse aumento não se deve, unicamente, ao boom da área de Data, mas, muito disso, pela geração de dados e inteligência que entregamos e agregamos ao recrutamento. Nunca se produziu tanta informação no mundo”, explica Juliano Tebinka, CTO e cofundador da empresa.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Procura por profissionais segue em alta

“À medida em que a tecnologia avança, mais dados estão sendo gerados para as empresas, e se utilizados de forma correta, podem ser um grande aliado estratégico, e aí a importância de contratar bons profissionais de Data”, complementa Tebinka. Segundo o executivo, a grande procura por especialistas supera a barreira local, e profissionais qualificados agora são disputados em âmbito internacional.

Além de aumentar a procura por candidatos, a adoção pelo trabalho remoto deu mais poder a eles, na medida em que eles têm mais possibilidades para escolher como e onde querem trabalhar. Assim, é preciso que empresas revejam suas políticas salariais e benefícios para se adaptar à nova realidade de trabalho e se mostrar atraentes para possíveis candidatos.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.