Bilionário da tecnologia vai quitar débitos de alunos de faculdade para negros

Por Natalie Rosa | 20 de Maio de 2019 às 17h38
Reprodução

Alunos da faculdade Morehouse College, da cidade de Atlanta, na Georgia, receberam uma ótima notícia no dia de suas formaturas, que aconteceu no último domingo (19). O bilionário Robert F. Smith, CEO e presidente da Vista Equity Partners, investidor em tecnologia e filantropo, revelou em discurso a uma classe de 400 pessoas que iria quitar todos os débitos dos estudantes com a faculdade.

"Minha família vai criar uma bolsa para eliminar seus empréstimos estudantis. Vocês, grandes homens de Morehouse, estão limitados apenas pelos seus limites da sua própria convicção e criatividade", disse Smith, classificado como a 355ª pessoa mais rica do mundo pela Forbes. Segundo a reportagem local, o total destes débitos deve chegar a cerca de US$ 40 milhões. O bilionário também prometeu doar à faculdade US$ 1,5 milhão, sendo então presenteado com um diploma honorário.

Com fortuna estimada em US$ 2,5 bilhões, esta não foi a primeira vez em que o executivo fez uma doação tão alta. Em 2016, ele chamou atenção da mídia ao doar US$ 20 milhões ao Museu Nacional de História e Cultura Afro-Americana em Washington. O valor da fortuna só é menor que a doação de Oprah Winfrey, que ofereceu ao museu US$ 21 milhões.

Assista ao momento em que o bilionário anuncia a doação aos estudantes:

A Morehouse é uma faculdade privada histórica destinada apenas para homens negros, com a missão de "produzir líderes superiores e moralmente conscientes para as condições e questões atuais".

Quem é Robert F. Smith?

Até fazer a doação ao museu, Smith não era conhecido na mídia. O executivo fez os seus bilhões fundando a empresa de investimentos Vista Equality, e hoje acredita que a tecnologia tem potencial para criar capital e riqueza para o mundo todo, mas que apenas o potencial não é garantia de progresso.

"Nós só entenderemos o potencial incrível de nossa era se criarmos estruturas que capacitem todas as pessoas a participarem, independente do histórico, país de origem, prática religiosa, sexo ou cor da pele", disse Smith em um artigo para a organização sem fins lucrati The Giving Pledge, esforço liderado por Warren Buffet, Bill e Melinda Gates para que empresários americanos extremamente ricos doem metade de suas fortunas.

O bilionário também já fez uma doação à Cornell University para apoiar o setor de engenharia química e biomolecular da faculdade, além de estudantes mulheres e negras.

Fonte: Business Insider, CNN

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.