Spotify vai entrar na Bolsa de Nova Iorque no dia 3 de abril

Por Eduardo Hayashi | 16 de Março de 2018 às 15h36
Divulgação
Tudo sobre

Spotify

A companhia por trás do Spotify anunciou na quinta-feira (15), em apresentação voltada para investidores, que vai se lançar na Bolsa de Nova York no dia 3 de abril, com a utilização da abreviação SPOT.

De forma atípica, o serviço de streaming sueco utilizou-se de um procedimento conhecido como "cotação direta", com o principal intuito de minimizar os custos de sua oferta pública inicial. Tal medida permitiria aos acionanistas do Spotify a venda das ações de forma imediata, enquanto uma abordagem convencional exigiria um tempo de espera.

Quem transmitiu a notícia foi Daniel Ek, cofundador e presidente do grupo, explicando que a decisão de cotação é apenas um dos passos, e não a finalidade da empresa em si. “Não vão ver a gente tocando sinos ou fazendo festas de lançamento, uma vez que a Spotify não está vendendo ações na listagem, estamos totalmente concentrados no desempenho de longo prazo do negócio”, afirmou Ek.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A empresa se mostrou ciente da possibilidade de que alguns altos e baixos devem ocorrer durante os seus primeiros dias na Bolsa, uma vez que a oferta não terá a emissão de nenhuma ação nova, até que o mercado chegue a consenso a respeito do valor real da startup.

Na apresentação, o Spotify também comentou sobre os seus resultados financeiros em 2016, alegando que a companhia obteve 42% das receitas do mercado mundial de transmissão online.

Fonte: Recode

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.