Saiba como conferir se uma loja é confiável na Black Friday

Reprodução

A Black Friday tem se tornado cada vez mais popular entre os brasileiros desde que teve sua primeira edição, em 2010. No entanto, é comum que algumas dúvidas importantes surjam em clientes que desejam adquirir bons produtos pelos menores preços possíveis. Uma delas é: como saber se uma loja com ofertas da Black Friday é confiável?

Algumas medidas têm sido tomadas ao longo das últimas edições. Para evitar abusos e constrangimentos aos consumidores, a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, um dos principais órgãos de defesa do consumidor no e-commerce, criou o Black Friday Legal, programa que visa auxiliar o consumidor na análise da credibilidade de lojas participantes, aumentando a segurança da compra. Através da iniciativa, foram disponibilizadas cartilhas que mostram alguns cuidados básicos. Confira quais são eles a seguir:

Black Friday: confira os preços antecipadamente

Uma dica importante é checar os preços dos produtos antes da Black Friday, a fim de certificar-se de que os descontos são verdadeiros. Essa prática evita fraudes e dores de cabeça na hora do pagamento pelos itens em promoção. A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico criou um selo que será exibido em diversas lojas participantes do evento, para saber se elas se comprometeram com todas as regras de defesa do consumidor.

Black Friday: confira sempre os preços anteriores dos produtos (Imagem: Reprodução)

Black Friday: confira os dados da loja participante em seu site

Ao efetuar uma compra na Black Friday, é importante checar se a loja informa todos os seus dados no site. Isso porque existe uma lei que garante o acesso do cliente a informações como endereço, número de telefone, razão social e CNPJ.
Uma dica interessante consiste em verificar se esses dados estão no site da Receita Federal. Caso isso não ocorra, evite a página Vale pensar duas vezes caso a situação do e-commerce na Receita conste como “baixada”, “cancelada” ou “inativa”.

Black Friday: cheque se a situação do e-commerce está regularizada

Black Friday: pesquise a loja ou site a fim de verificar sua reputação

Outra dica bem interessante ao comprar na Black Friday consiste em checar a reputação da loja pretendida, como comentários em sua página do Google, Facebook, Instagram, LinkedIn ou qualquer outra rede social disponível. Desconfie de lojas que possuam muitos comentários negativos e poucas estrelas em sua avaliação, uma vez que elas podem não seguir as normas da Black Friday corretamente e aplicar falsos descontos.

Você também pode checar a reputação da loja no Procon.

Black Friday: cheque a reputação da loja virtual / Imagem: Reprodução

Certifique-se de que o produto desejado faz parte da Black Friday

É importante ter certeza de que o item escolhido faz parte da Black Friday, uma vez que nenhum estabelecimento ou e-commerce é obrigado a dar descontos em todos os seus produtos. Vale também entrar em contato com o SAC da loja em caso de dúvidas.

Black Friday: cheque os descontos / Imagem: Reprodução

Black Friday: use sites para comparar preços

Você também pode recorrer a sites que exibem os melhores preços disponíveis durante a Black Friday, que vão dos mais caros aos mais baratos. Dê preferência para ferramentas que são atualizadas constantemente, como Zoom e Buscapé.

Black Friday: use comparadores de preços confiáveis / Foto: Divulgação/PROCON

Black Friday: fique atento aos prazos de entrega, troca e devolução

É muito importante checar os prazos de entrega, troca e devolução durante a Black Friday. Assim, você evita dores de cabeça e garante que o produto desejado seja comprado corretamente. Novamente, em caso de dúvida, recorra ao SAC.

Black Friday: fique atento aos preços / Foto: Divulgação

Black Friday: cheque se a loja possui uma conexão criptografada

A conexão criptografada impede que seus dados sejam interceptados ou clonados durante a compra. É muito importante certificar-se da segurança do site antes de inserir as informações de seu cartão de crédito e evitar maiores preocupações. A proteção do e-commerce pode ser conferida no ícone de cadeado fechado, que deve estar localizado ao lado da URL do site.

Além disso, a URL (endereço online) da página deve sempre trazer o termo "httpS". O "S" significa que o site conta com um certificado digital SSL, que garante o tráfego criptografado das informações do usuário, incluindo números de cartões de créditdo e senhas bancárias, entre outros dados.

Black Friday: exemplo de site com conexão criptografada (Captura de tela: Ariane Velasco)

Black Friday: mantenha cópias a autorização de pagamento e outras informações importantes

Guarde prints de todas as informações que foram dadas durante a compra e, principalmente, da autorização do pagamento por seu banco. Isso poderá evitar problemas com a loja em caso de afirmações falsas.

Black Friday: guarde os prints em pastas (Imagem: Reprodução/PC Guia)

Poupe trabalho! Recorra ao Canaltech Ofertas e garanta sua segurança na Black Friday

A equipe especializada do Canaltech Ofertas realiza todos os passos acima por você e pode poupá-lo de todo o trabalho, garantindo que você aproveite suas compras de Black Friday ao máximo! Para utilizar o serviço exclusivo do Canaltech, acesse o site e verifique uma lista com todas as mais de 140 lojas participantes.

Você também pode ter acesso aos mesmos cupons de desconto e ofertas da Black Friday no grupo do WhatsApp e Telegram do Canaltech Ofertas, onde nossa equipe disponibiliza as melhores promoções diariamente!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.