Publicidade

Antonov cria "vaquinha" para restaurar AN-225, maior avião do mundo

Por| Editado por Jones Oliveira | 25 de Março de 2022 às 14h30

Link copiado!

Divulgação/Antonov
Divulgação/Antonov

As imagens divulgadas pelo governo ucraniano no dia 4 de março, mostrando o que restou do Antonov AN-225 Mriya, maior avião comercial do mundo, chocaram a todos. Destruído pela Rússia no hangar em que era guardado, no aeroporto de Gostomel, ele parecia ter chegado ao fim.

A história, no entanto, pode mudar — ou começar a ser reescrita em breve. A Antonov lançou uma campanha de arrecadação de fundos (a popular vaquinha, aqui no Brasil) com a intenção de conseguir dinheiro para restaurar o avião, "símbolo das maiores conquistas científicas e técnicas do mundo na construção moderna de aeronaves de transporte".

O pedido foi postado na conta oficial da Antonov Company no Facebook, em formato de carta aberta endereçada à Comunidade Internacional de Aviação e a “todas as pessoas não-indiferentes do mundo civilizado”.

Continua após a publicidade

A publicação é, literalmente, um pedido de ajuda financeira para reconstruir o que um dia foi o maior avião comercial do mundo. Ela cita que o Antonov AN-225 Mriya, em seus tempos de glória, estabeleceu 240 recordes mundiais, ainda não superados, e prestou importantes serviços de transporte de cargas durante mais de 30 anos.

“Apesar dos tempos difíceis, a equipe Antonov considera absolutamente necessário evitar a perda irrecuperável completa da lendária aeronave como um dos símbolos da modernidade e iniciar o renascimento do carro-chefe da aviação de transporte AN-225 Mriya. Há todas as razões para isso, mas, infelizmente, em um momento difícil para a Ucrânia, não há dinheiro suficiente para resolver esse problema. Propomos estabelecer um Fundo Internacional para o Renascimento da aeronave de transporte AN-225 Mriya”, diz parte do apelo.
Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Restauração do Antonov AN-225 vai custar bilhões

Segundo os ucranianos, o custo dos reparos do Antonov-225 podem chegar a US$ 3 bilhões, já que se trata de uma aeronave antiga e, como já sabemos, enorme: são 84 metros de comprimento, 88m de envergadura e capacidade de carga de até 250 toneladas ou 1.500 pessoas.

O pedido público via Facebook fornece as informações necessárias para que os interessados em ajudar possam fazer depósitos em qualquer valor e, com isso, recolocar, em um futuro próximo, o Antonov AN-225 Mriya novamente nos ares. Seria, literalmente, o renascimento de um sonho (significado de Mriya em ucraniano) para um país devastado pela guerra.

Continua após a publicidade

Fonte: The Avionist, Simple Flying