WhatsApp tenta explicar novas regras de privacidade para evitar debandada

WhatsApp tenta explicar novas regras de privacidade para evitar debandada

Por Rubens Eishima | 12 de Janeiro de 2021 às 09h35
Rubens Eishima/Canaltech

Pelo visto, as novas regras de uso do WhatsApp assustaram alguns usuários. O aplicativo de mensagens publicou um guia resumido para as políticas de privacidade do app, destacando pontos que podem ter levantado dúvidas entre o público sobre o compartilhamento de dados com o Facebook.

A notificação exibida no mensageiro cita superficialmente as mudanças de regras, deixando margem para interpretações ambíguas. Um dos pontos mais polêmicos trata do compartilhamento de dados do WhatsApp com o Facebook, empresa dona do aplicativo.

Um novo tópico na seção de perguntas e respostas do WhatsApp responde as principais dúvidas dos usuários sobre as políticas de privacidade do serviço. Ainda não disponível em português, a página ressalta que o app ou o Facebook não têm acesso ao conteúdo das mensagens e conversas — criptografadas de ponta a ponta —, como já destacado aqui no Canaltech.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O guia deve ganhar tradução em breve para o público brasileiro, enquanto na Europa, a notificação do aplicativo não menciona o compartilhamento de dados com o Facebook. Os pontos destacados pela empresa são os seguintes:

  • O WhatsApp ou o Facebook não conseguem ler suas mensagens ou ouvir suas chamadas;
  • O WhatsApp não mantém um histórico de trocar de mensagens ou ligações;
  • O WhatsApp não compartilha seus contatos com o Facebook;
  • O WhatsApp e o Facebook não conseguem ver seu compartilhamento de localização;
  • Os grupos do WhatsApp são privados;
  • Você pode definir que suas mensagens desapareçam;
  • Você pode baixar seus dados.

A publicação voltou a citar que as mudanças serviriam para acomodar os novos serviços de venda e pagamentos do WhatsApp, integrados aos sistemas usados pelo Facebook e Instagram.

As comunicações com lojas e empresas hospedadas pelo Facebook poderão ser usadas para personalizar anúncios na rede social, assim como as atividades de busca e navegação nas vitrines virtuais.

As mudanças de regras do WhatsApp passam a valer no dia 8 de fevereiro e podem ser consultadas na íntegra no site da empresa.

Fonte: WhatsApp

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.